Chrome 71 vai bloquear sites com anúncios abusivos em dezembro deste ano

O Google bateu o martelo e vai bloquear todos os sites com anúncios abusivos em dezembro deste ano. A mudança já foi definida e já começa no novíssimo Google Chrome 71 que deve ser lançado em dezembro. Mas, muita gente pensava que os bloqueios seriam para site com muitos anúncios, e não é bem assim. O Google esclareceu que há muitos sites que estimulam o clique e ainda criam pop-ups fingindo ser ofertas ou parte do conteúdo, estes sites serão penalizados.

Veja alguns exemplos abaixo. Perceba que há um exemplo em que uma imagem que parece um vídeo é exibida, e o leitor é enganado, ao clicar no suposto vídeo, um clique foi feito acidentalmente em um anuncio que por consequência abriu um link com instalação de um aplicativo. Pois é, muitos sites estão fazendo isso, e agora a farra acabou.

Chrome 71 vai bloquear sites com anúncios abusivos em dezembro deste ano

O outro exemplo simula uma oferta, há um botão fechar falso, e ao clicar nele você acaba clicando no anúncio e por seguinte, abre trocentas páginas que você não quer ver. Essa farra também acabou. Já tem um tempo que alguns pop-ups abusivos já estão sendo bloqueados, e agora o cerco vai fechando.

Chrome 71 vai bloquear sites com anúncios abusivos em dezembro deste ano

Mas, o Google admitiu que mesmo empregando muita tecnologia para identificar tais práticas, o Google Chrome não tem bloqueado como esperado, e muitas empresas ainda estão trabalhando para burlar as checagens do navegador.

No entanto, aprendemos desde então que essa abordagem não foi longe o suficiente. Na verdade, mais da metade dessas experiências abusivas não são bloqueadas por nosso atual conjunto de proteções, e quase todas envolvem anúncios prejudiciais ou enganosos. –disse o Google.

Devido a isso, o Google anunciou que a partir do Chrome 71, que deve ser lançado em 4 de dezembro de 2018, o navegador começará a bloquear todos os anúncios em sites que repetidamente realizam comportamentos abusivos.

O proprietário de um site pode determinar se o site está realizando alguma dessas experiências abusivas, verificando o Relatório de experiências abusivas no Google Search Console. Este relatório mostrará avaliações periódicas do site e se quaisquer experiências abusivas foram detectadas.

O que o Google já considera abusivo

O Google classifica o comportamento abusivo como atividades enganosas, e que pretendem levar a erros de cliques em anúncios, instalar malware ou outros programas indesejados, realizar phishing ou exibir pop-ups ou redirecionamentos indesejados.

Mensagens falsas, alertas do sistema ou avisos

Anúncios ou elementos de design que se assemelham a aplicativos de bate-papo, avisos, diálogos do sistema ou outras notificações que levam a um anúncio ou a uma página de destino quando clicados.

Chrome 71 vai bloquear sites com anúncios abusivos em dezembro deste ano

Comportamento do site enganoso

Recursos da página, como barras de rolagem, botões de reprodução, setas “próximas”, botões de fechamento ou links de navegação que levam a um anúncio ou página de destino quando clicados.

Chrome 71 vai bloquear sites com anúncios abusivos em dezembro deste ano

Phishing

Anúncios ou elementos de página que tentam roubar informações pessoais ou enganar seus usuários para compartilhar informações pessoais.

Chrome 71 vai bloquear sites com anúncios abusivos em dezembro deste ano

Redirecionando para outra página sem interação do usuário

Se uma página da Web redireciona para outra página sem qualquer interação do usuário.

Ponteiro do mouse falso

Anúncios ou elementos de página que exibem um ponteiro de mouse falso na esperança de que o usuário tente clicar nele ou interagir com ele. Você pode ver um exemplo de um esquema de suporte técnico utilizando esse tipo de comportamento abusivo no vídeo abaixo:

Áreas de cliques em anúncios ocultos

Quando os sites da Web utilizam elementos de fundo ocultos ou elementos não visíveis que, quando clicados, levam a um anúncio ou a uma página de destino. Esses tipos de experiências abusivas normalmente levam a cliques confusos, já que os usuários podem clicar em uma área por acidente, sem perceber que isso geraria um comportamento.

Malware ou software indesejado

Anúncios ou elementos de página que promovem, hospedam ou vinculam a malwares ou softwares indesejados que podem ser instalados nas máquinas de seus usuários.

Anúncios com branding ausente ou enganoso

Anúncios que promovem ou exibem empresas não identificadas ou fictícias. Os exemplos incluem anúncios ou outros elementos que não possuem um nome de empresa, marca e um logotipo, mesmo que uma descrição genérica seja incluída.

Os usuários do Google Chrome 71 ainda terão controle

Embora o Chrome 71 bloqueie automaticamente os anúncios em sites abusivos, os usuários poderão decidir se o Chrome deve ou não bloquear estes anúncios.

Os usuários que desejam continuar visualizando anúncios em sites abusivos podem desativar esse recurso acessando “Configurações” e pesquisando ” Anúncios ” ou acessando ” Configurações” -> Avançado -> Conteúdo -> Anúncios . A partir dele, eles podem alternar a configuração de “Bloqueado em sites que mostram anúncios intrusivos ou enganosos (recomendado)” para “Permitido”.

Chrome 71 vai bloquear sites com anúncios abusivos em dezembro deste ano

O Google recomenda que você não altere essa configuração e permita que o Chrome continue bloqueando anúncios em sites abusivos, a fim de protegê-lo contra malware e outras experiências indesejadas.

Redação
Este usuário é utilizado quando um post é migrado de um usuário para outro, ou quando alguém envia um conteúdo ao SempreUPdate.

    Como instalar o Mpv media player no Ubuntu, Linux Mint e derivados

    Previous article

    O Automotive Grade Linux recebe apoio da Toyota e da Amazon

    Next article

    You may also like

    More in Linux