Categorias

Android

Games

Notícias Linux

Tutoriais Linux

Vídeos

Notícias Linux

07/08/2019 às 14:00

8 min leitura

Avatar Autor
Por Claylson Martins

Chrome dará maior proteção contra malware

Chrome dará maior proteção contra malware

O Google anunciou que o Chrome dará maior proteção contra malware. Porém, o usuário deve estar logado em uma conta do Gmail. O aviso chega após a empresa expandir o Programa de Proteção Avançada do Gmail. O serviço foi anunciado para usuários de alto risco do G Suite.

Embora o Programa de Proteção Avançada do Gmail exija que os usuários utilizem uma chave de segurança de hardware como o Titan, do Google, as proteções adicionais contra malware do Chrome exigirão que ele faça login no sistema de contas do navegador do Google, chamado Sync.

A empresa enfureceu alguns usuários do Google Chrome no ano passado. A empresa lançou um recurso não anunciado que registrava automaticamente os usuários no sistema de contas do Chrome. Isto se eles já estivessem conectados a um serviço do Google, como o Gmail.

Como o Chrome dará maior proteção contra malware?

Chrome dará maior proteção contra malware

Estar conectado ao Google Chrome envia o histórico de navegação da web para os servidores do Google. Assim, permite que ele sincronize o histórico, as senhas e as configurações da web em vários dispositivos. A ativação da sincronização também assina automaticamente os usuários em todos os serviços do Google que eles acessam, incluindo o YouTube e a Pesquisa.

A nova oferta de Proteção Avançada parece dar aos usuários a opção de trocar alguma privacidade por segurança extra.

Uma vez logado, o Google diz que o Chrome começará automaticamente a receber proteções mais fortes contra downloads arriscados em toda a web, como arquivos contendo malware.

Porém, o Google diz que “os usuários da Proteção Avançada terão um nível ainda mais forte de proteção” no Chrome.

Na próxima vez que o Google Chrome com a sincronização executar algum arquivo malicioso na Web, os usuários poderão ver uma mensagem no canto inferior do navegador. Ele será, então, informado que um arquivo foi “bloqueado pela Proteção Avançada”. 

O programa de proteção avançada do G Suite anunciado na semana passada atende aos administradores do G Suite que anteriormente não tinham controle sobre quem estava inscrito no programa.

Os administradores agora podem nomear grupos de usuários específicos de alto risco. Do mesmo modo, poderão exigir que eles usem uma chave de segurança. Além de criar uma lista de permissões de aplicativos para acessar os dados do Gmail de seus usuários. Mais detalhes, no Blog do Google.

Fonte ZDNet

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão. Nas horas não muito vagas, professor, fotógrafo, apaixonado por rádio e natureza.

Os comentários estão desativados.

Últimos artigos

Newsletter

Receba nossas atualizações!

Newsletter

Receba nossas atualizações!
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.