in

Chrome OS 81 vem com gestos aprimorados

Pandemia prejudicou o desenvolvimento da distro.

Google Chrome se separa do Chrome OS

O Chrome OS 81 que é baseado no kernel Linux acaba de ser lançado e vem com gestos aprimorados, além de outras ferramentas de ebuild/portage, nos componentes abertos e no navegador Chrome 81.

O lançamento desta nova versão estava agendada para 7 de abril, mas foi adiada devido à pandemia de coronavírus SARS-CoV-2. Além disso, houve transferência de desenvolvedores para trabalhar em casa. A próxima versão do Chrome OS 82 será ignorada.

Novidades do Chrome OS 81

Nesta nova versãono modo tablet (no qual o controle é fornecido por gestos na tela), agora os gestos podem ser usados para alternar entre aplicativos.

Por exemplo, para ver todos os aplicativos acoplados, você deve fazer uma pequena rolagem da tela a partir da parte inferior.

Além disso , também podemos encontrar um novo modo de “navegação horizontal em abas abertas”, no qual, além dos títulos das abas, grandes miniaturas das páginas com abas são exibidas, as abas podem ser movidas e reorganizadas usando gestos na tela.
Chrome OS 81

A exibição de miniaturas é ativada e desativada por um botão especial localizado ao lado da barra de endereço e do avatar do usuário. Até o momento, o modo é ativado por padrão apenas para dispositivos Lenovo Chromebook Duet, mas com o tempo, o número de Chromebooks transferidos aumentará.

O modo manual pode ser ativado usando as configurações

  • "chrome://flags/#webui-tab-strip"
  • "chrome://flags/#new-tabstrip-animation"
  • "chrome://flags/#scrollable-tabstrip"

Nos modos clássico e tablet, é proposta uma implementação mais compacta do painel com aplicativos fixos, o que fornece mais espaço para o conteúdo com o qual o usuário está trabalhando.

Para todos os aplicativos instalados no ambiente Android do Google Play, incluindo YouTube, Netflix e Prime, é possível usar o modo “picture in picture”, que permite continuar trabalhando com sites ou aplicativos enquanto assiste a um vídeo.

No ARC ++, os meios para armazenar em cache os arquivos APK dos aplicativos instalados são expandidos. Nos sistemas corporativos, até agora, o armazenamento em cache era usado apenas para aplicativos forçados e agora se aplica a todos os aplicativos permitidos para instalação. O armazenamento em cache pode acelerar significativamente a reinstalação de programas, o que é útil em sessões temporárias em que os aplicativos são instalados em cada logon.

Também nesta nova versão do Chrome OS 81, podemos encontrar a capacidade experimental de testar aplicativos Android do ambiente Linux para Chromebook (Crostini). OS desenvolvedores agora podem criar aplicativos para Android no Android Estúdio, rodando em um ambiente Linux no Chromebook.

Para instalar pacotes APK, você deve usar o utilitário “adb” (adb connect 192.68.1.12/10555; adb install app.apk) sem colocar o Chrome OS no modo de desenvolvedor. Quando instalado dessa maneira durante um bloqueio de tela, é exibido um aviso de que existem aplicativos não verificados no sistema.

Das outras alterações mencionadas no anúncio desta nova versão:

  • No ambiente para iniciar aplicativos Crostini Linux, foi adicionado suporte para o lançamento de máquinas virtuais com o emulador do Android.
  • Introduziu uma nova coleção de papéis de parede.
  • Nas ferramentas para criar quiosques da Internet, foi adicionada a capacidade de limitar a interface a determinados sites ou aplicativos da Web PWA (aplicativos da web progressivos).
  • No modo quiosque, o suporte para aplicativos Android é preterido. Em vez disso, é recomendável usar aplicativos PWA.
  • Foi adicionada a capacidade de conectar-se diretamente a qualquer impressora, cujas informações são enviadas pelo servidor de impressão.

Obtenha o Chrome OS 81

As versões do Chrome OS 81 estão disponíveis para a maioria dos Chromebooks atuais. Embora também existam compilações informais para computadores comuns com processadores x86, x86_64 e ARM.

Ubunlog