SempreUPdate
Notícias sobre Ubuntu, Debian, Fedora, Linux, Android, Tecnologia, LibreOffice e muito mais!

Conheça e instale o GNU/Linux ClearOS!

ClearOS baseada no CentOS e RedHat Enterprise

Neste artigo vou mostrar como instalar o ClearOS. O ClearOS é uma distribuição Linux baseada no CentOS e RedHat Enterprise, construído para ser utilizado em empresas de pequeno e médio porte e ambientes corporativos distribuídos. É flexível, possuindo uma extensa lista de recursos e serviços integrados que podem ser configurados através de uma interface web.

O ClearOS é dividido em duas versões: a Community (Free) e Enterprise (Paga).

O que diferencia uma da outra é que a Enterprise possui recursos que não estão disponíveis na Community. Um exemplo disso é o plugin que permite ao ClearOS se integrar ao AD (Active Directory), podendo efetuar um controle de sites acessados com base nos usuários, dentre outras ferramentas. Mas esta questão pode ser resolvida com o uso do LDAP, que pode suprir as necessidades de quem estiver efetuando a instalação.

Alguns dos recursos disponíveis:

  • Firewall Statefull, que permite uma análise profunda de determinado pacote;
  • Snort, um sistema de prevenção e detecção de intrusão;
  • Proxy Web, com filtro de URL e antivírus;
  • Serviços de e-mail;
  • Colaboração;
  • Servidor Web e banco de dados (LAMP);
  • Serviços de arquivo e impressão (Samba e CUPS);
  • Relatórios para estatísticas do sistema e serviços (MRTG e outros).

Para fazer o download, clique no botão abaixo, você será redirecionado para a página da ClearOS, escolha a opção de download:

Download ClearOS

No site do ClearOS você pode conferir versões da imagem ISO em 32 e 64 bits, além de poder fazer o download do ClearOS em versões de máquinas virtuais (VMware, VirtualBox e VirtualPC) pré-configuradas.

Instalando o ClearOS

O boot pode ser feito por um pendrive, dvd ou como no meu caso, que utilizei uma imagem ISO para iniciar a instalação no VirtualBox.

1 – Selecione a opção “Install ClearOS”;

Conheça e instale o GNU/Linux ClearOS!

2 – Clique em Next;

3 – Selecione o idioma utilizado na instalação;

Conheça e instale o GNU/Linux ClearOS!

4 – Selecione a layout do teclado desejado;

Conheça e instale o GNU/Linux ClearOS!

5 – Nesta tela marque a opção Dispositivos de armazenamento básico;

Conheça e instale o GNU/Linux ClearOS!

6 – Em seguida o sistema informará de que determinado dispositivo poderá conter dados. Como estamos efetuando a instalação numa máquina virtual (e aconselho que você faça isso, a não ser que esteja instalado a distro numa máquina exclusiva para o ClearOS), clique na opção Sim, descartar qualquer dado;

7 – Em seguida informe o nome da máquina (hostname);

8 – Nesta tela informe a fuso horário correto;

Conheça e instale o GNU/Linux ClearOS!

8 – Informe a senha do usuário root (administrador supremo do sistema);

Conheça e instale o GNU/Linux ClearOS!

9 – O sistema solicitará que informe qual o tipo de instalação a ser utilizada, marque a opção Utilize todo o espaço;

10 – Para um disco rígido de 20GB utilizei as configurações abaixo:

Para um servidor proxy/firewall, o ideal é colocar os diretórios /var e /home em partições separadas, visto que são locais acessados constantemente pelos usuários e pelo sistema operacional. Este tipo de operação melhora a performance do servidor.

Após criada as partições clique em Avançar. O sistema informará de que os dados existentes serão excluídos.

11 – Nesta tela o sistema informará o local onde o gerenciador de inicialização será instalado.

Clique em Avançar.

12 – A instalação é iniciada.

13 – Em seguida o sistema informará que a instalação do ClearOS está concluída. O sistema será reiniciado.

Conheça e instale o GNU/Linux ClearOS!

Configurações Pós-instalação

1 – Agora iremos efetuar a configuração de rede, pois não podemos deixar um servidor rodando com IP dinâmico né? rs.

Quando o sistema for reiniciado aparecerá a seguinte tela:

Para iniciar a configuração de rede clique em Network Console.

Conheça e instale o GNU/Linux ClearOS!

2 – Em seguida será necessário informar o usuário root e a senha (que foi definida durante a instalação);

3 – Em seguida configure os IPs nas duas placas de rede de nosso servidor. Uma placa está conectada à rede interna e outra conectada ao roteador. Verifique o esquema abaixo:

Os computadores da LAN devem apontar para o IP que está configurado na interface eth1, se quiserem utilizá-lo como gateway, firewall, proxy, etc.

A interface eth0 é a que está conectada ao roteador, tendo dessa forma uma rede entre esses dois equipamentos, pois ambos estão utilizando IPs da mesma faixa. A rota padrão de saída do ClearOS é o IP do roteador. Não esqueça de colocar esta interface como External.

Acessando a interface web do ClearOS

Após instalarmos o ClearOS e configurar os endereços IP, chegou a hora de acessarmos o servidor via web. Para isso informe o IP da interface eth1 no navegador.

Conclusão

Esta foi a primeira parte, onde procurei mostrar como instalar e configurar inicialmente o ClearOS.

No próximo post mostrarei como configurar os principais serviços do ClearOS, que são o Firewall, Squid, Autenticação de usuários, DNS, DHCP, VPN, etc.

Espero que tenha gostado.

Até a próxima!

Comentários