in

Collabora cria Xrdesktop para Realidade Virtual no GNOME e KDE

Esta deve ser uma nova experiência de Realidade Virtual para usuários Linux.

Collabora cria Xrdesktop para Realidade Virtual no GNOME e KDE

Após o lançamento do OpenXR 1.0, a Collabora anunciou o lançamento do Xrdesktop, que foi financiado pela Valve. O Xrdesktop é um projeto de código aberto que permite que gerenciadores de janela X11 tradicionais interajam melhor dentro de um espaço de realidade virtual para apresentação em conjuntos. O Xrdesktop permite que os desktops tradicionais do Linux, como o GNOME e o KDE, trabalhem com um head-set de RV. Portanto, a Collabora cria Xrdesktop para Realidade Virtual no GNOME e KDE.

Outras tentativas no passado

Já houve esforços neste sentido no passado em relação ao de código aberto. É o caso do Arcan que testou um desktop VR. Porém, o Xrdesktop permite que os desktops tradicionais existentes funcionem de maneira mais elegante nos chamados ‘monitores VR head-mounted’.

O Xrdesktop não funciona perfeitamente com qualquer gerenciador de X11/Wayland compositor window existente. Porém, requer alguma integração básica, bem como um driver Vulkan que suporta VK_KHR_external_memory. No caso do suporte KDE KWin, isto vem como um plug-in de efeito, enquanto o GNOME Shell precisa de patches para suportar o Xrdesktop.

Desenvolvido como parte do Xrdesktop na Collabora, o Gulkan é um wrapper do Glib para o Vulkan, o GXR como uma abstração do XR API e o libinputsynth para sintetizar a entrada do desktop.

Seguindo em frente, eles estão planejando o suporte ao OpenXR 1.0, suporte a Wayland aprimorado, melhor manipulação de kit de ferramentas de widget 2D, melhores widgets 3D e outras possibilidades. Mais detalhes no blog Collabora.

Collabora cria Xrdesktop para Realidade Virtual no GNOME e KDE. Mas como isso é feito?

Ele faz isso renderizando janelas no espaço 3D, permitindo aos usuários manipulá-las com controladores e headsets RV.

Essa integração do xrdesktop nos gerenciadores de janelas permite espelhar as janelas existentes no XR e sintetizar a entrada do desktop através de ações XR. O xrdesktop pode ser executado como um aplicativo de cena dedicado, mas também possui um modo de sobreposição, onde janelas de desktop são sobrepostas executando o aplicativo RV, explica Lubosz Sarnecki da Collabora.

Integra-se ao seu ambiente de desktop Linux favorito

Collabora diz que o projeto xrdesktop foi projetado para integrar diretamente em seu ambiente de desktop Linux favorito. Portanto, elimina a necessidade de usar um compositor dedicado para rodar em RV. Isso também significa que o xrdesktop funcionará pronto para uso com suas configurações existentes. Porém por enquanto apenas os ambientes de área de trabalho KDE e GNOME serão suportados.

No entanto, o Collabora garante aos usuários que as futuras versões de seu projeto xrdesktop funcionarão com qualquer ambiente de desktop. Da mesma forma, com um gerenciador de janelas projetado para o desktop Linux.

O xrdesktop também pode ser usado como um aplicativo dedicado. Assim, ele vem com um modo de sobreposição. Isso permite que as janelas da área de trabalho sejam sobrepostas sobre um aplicativo de RV existente.

O projeto xrdesktop é alimentado por um conjunto de bibliotecas baseadas em Glib e um renderizador Vulkan construído internamente. O software é escrito inteiramente em C e não vem com um gerenciador de janelas autônomo. Isso significa que ele só pode ser integrado a um existente. O xrdesktop está disponível para testes no KDE e no GNOME a partir de sua página do GitLab.

Com informações de Phoronix e Softpedia.

Escrito por Claylson Martins

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.

Lançado o novo Blender 2.80

Chrome 76 é lançado

Chrome 76 é lançado