in

Como capturar tela com o Flameshot

Nesse tutorial, vamos ver como capturar tela com o Flameshot e uma demostração de uso, sendo essencial para quem precisar ter uma imagem capturada da tela atual e assim destacando o que interessar na imagem.

Poderoso e simples de usar, capturar tela com o Flameshot é fácil, tem sua aparência personalizável e com edição de captura de tela na aplicação.

Existem outras ferramentas como o Flameshot que você pode conferir na postagem Melhores ferramentas para captura de tela.

Então vamos ver como fazer a captura e edição da imagem com o Flameshot, seja ela para um tutorial ou servindo de evidências de um problema em caso da vertente profissional, por exemplo da área de monitoramento tendo dashboards, logs de aplicações e acesso a servidores, assim podendo ser feita uma análise com maior precisão.

Capturar tela com o Flameshot.

Nesse tutorial foi utilizando o Sistema GNU/Linux Debian mais o Flameshot está disponível para algumas distribuições como Arch, Ubuntu, Fedora, openSUSE, Void Linux e ainda em Docker.

Também tem o pacote AppImage que pode ser executado em sistemas baseados em GNU/Linux. Para fazer o download desse pacote clique aqui.

Caso queira compilar o pacote direto no seu sistema, acesse a página do projeto clicando aqui e veja as dependências necessárias de acordo com o seu sistema.

1. Iniciar o Flameshot

Com o Flameshot instalado em seu sistema, abra o mesmo acessando o menu ou pela terminal digitando flameshot.

Ele iniciará no painel do sistema, deste modo, para captura de tela, só acionar o ícone. Ele te dará no início, algumas dicas de como fazer determinada edição da tela capturada.

Capturar tela com o Flameshot - Ícone no painel
Capturar tela com o Flameshot – Ícone no painel
Capturar tela com o Flameshot - Dica inicial
Capturar tela com o Flameshot – Dica inicial

2. Fazendo a edição da captura de tela

Após iniciar o Flameshot, como já mostrado na dica inicial, selecione uma área com o mouse e pressione Enter para a captura, caso deixar sair dessa captura pressione Esc.

Com o botão direito do mouse é aberto o seletor de cor para escolha adequada para determinada opção para deixar a edição destacada.

Capturar tela com o Flameshot - Captura de tela editada
Capturar tela com o Flameshot – Captura de tela editada

Na imagem acima foi demostrado as opções de seletor de cor, como mencionado no parágrafo anterior, flecha, selecionador vazado, linha, retângulo preenchido, desfoque e texto. Tem outros que você pode usar de acordo com sua necessidade.

3. Opções do Flameshot

Na imagem abaixo, veja as opções numeradas do Flameshot e o que cada uma delas fazem.

Capturar tela com o Flameshot - Opções do Flameshot
Opções do Flameshot

Opções:

    1. Lápis como ferramenta de desenho.
    2. Linha como ferramenta de desenho.
    3. Flecha como ferramenta de desenho.
    4. Estabelece o Selecionador como ferramenta de desenho.
    5. Seta o Retângulo como ferramenta de desenho.
    6. Seta o Círculo como ferramenta de desenho.
    7. Usa o Marcador como ferramenta de desenho.
    8. Adicionar Texto à captura.
    9. Usa o Desfoque como ferramenta de desenho.
    10. Mostra a dimensão da seleção (X Y).
    11. Move a área de seleção.
    12. Desfaz a última modificação.
    13. Refazer última modificação.
    14. Copia a seleção para o clipboard.
    15. Salva a captura.
    16. Sair da ferramenta de captura.
    17. Upa a seleção no Imgur.
    18. Escolha uma aplicação para abrir a captura.
    19. Pinnar imagem no desktop.

4. Atalhos do teclado no modo GUI

Shift + arraste um manipulador da área de seleção – redimensionar espelho no manipulador oposto.

Capturar tela com o Flameshot - Atalhos do teclado
Atalhos do teclado

5. Uso em modo CLI

Para usar o Flameshot por linha de comando, clique aqui e siga o proposto de acordo com suas necessidades.

Pronto! Vimos como capturar tela com o Flameshot e aumentar sua produtividade ou ajudar em problemas que devam ser mostrados em dashboard, logs etc …

Gostou do tutorial, compartilhe.

Entre em nosso grupo no Telegram para tirar suas dúvidas que os admins e outros usuários poderão lhe ajudar.

Para receber atualizações de nosso blog, siga-nos no Twitter.

Escrito por Glauber GF

Graduando em Sistemas de Informação, militante de software livre, usuário assíduo do sistema GNU/Linux e também membro do Viva o Linux.

Devs do KDE corrigem vários bugs de Wayland

Devs do KDE corrigem vários bugs de Wayland

Assista a como criar um Cloud com Wordpress

Assista a como criar um Cloud com WordPress