in

Como implementar hospedagem de forma inteligente de modo a evitar futuras falhas no site?

Evite dores de cabeça na escolha e na implementação em sua hospedagem de sites!

como-implementar-hospedagem-de-forma-inteligente-de-modo-a-evitar-futuras-falhas-no-site

As tecnologias modernas da Internet estão se desenvolvendo muito rapidamente. Todos os dias há novos programas, aplicativos e sites. Qualquer empresa de qualquer dimensão, atualmente  tem seu próprio site com uma descrição e prestação de seus serviços. Afinal, um site bem projetado pode atrair muitos novos clientes. Cada ator, cantor ou outra pessoa criativa mais ou menos conhecida tem seu próprio site com informações pessoais e obras indicadas. Nesta fase você precisará  de uma  hospedagem para o seu site. Portanto, não surpreende que novos sites e empresas aparecem diariamente, de uma forma ou de outra, relacionados a serviços de Internet.

Se você já escolheu  o tema do seu futuro site e suas funções subsequentes (vendas, hobbies, etc.), preparou o design e os primeiros artigos, o próximo passo é colocar o projeto diretamente na Internet.

Conheça os vários tipos de hospedagens existentes

como-implementar-hospedagem-de-forma-inteligente-de-modo-a-evitar-futuras-falhas-no-site

Existem vários tipos de hospedagem,  você precisa entender qual se aplica melhor ao seu projeto:

  • Hospedagem compartilhada: Apesar do nome sofisticado, a hospedagem compartilhada é um serviço simples e comum. Significa que vários sites estão localizados no disco rígido de um servidor web. Dependendo do plano tarifário escolhido, você recebe um certo número de gigabytes e alguma restrição no uso de recursos. E  você não consegue acessar o setor de disco rígido de outra pessoa, assim como seus vizinhos não acessarão seu, os recursos (memória, processador, software) são comuns a todos. O endereço IP na hospedagem compartilhada pode ser compartilhado por todos ou separado para cada site hospedado em um servidor web. A principal vantagem da hospedagem compartilhada é de baixo custo. Por isso, a maioria dos sites escolhe esse tipo de hospedagem. Desvantagem – possíveis falhas na transmissão do site pela Internet. Isso pode acontecer se um dos vizinhos no servidor fizer  gasto excessivo de recursos e o sistema não puder responder rapidamente ao pico de carga. Algo semelhante acontece durante um ataque de DDos no servidor.

 

  • Servidor Virtual Privado (VPS): É um serviço que permite obter um  processador separado (ou vários) e memória de acesso aleatório alocada para suas tarefas. Existem mais configurações neste caso, você pode configurar parte dos scripts do servidor e instalar o sistema operacional desejado.

 

  • Colocation: Suponha que você possua equipamentos físicos para criar um servidor da Web completo, mas não tenha acesso a canais de acesso de alta velocidade à internet. Então você concorda com a empresa de hospedagem e instala o seu equipamento no espaço da empresa de hospedagem com a condição de conectar-se à rede. Este serviço é chamado de colocação. Outra opção é alugar um equipamento e um canal do fornecedor. Qual é o significado de colocation? O fato é que você não paga pelo período: o usuário final é o servidor do provedor, a chamada “última milha”. E se você tiver um tráfego enorme de muitos pontos de entrada, então, esta é a hospedagem ideal para você.

 

  • Revenda de hospedagem: Esta é uma revenda de recursos, como sublocação. Ele surge com base em instituições com conexões de banda larga ilimitadas e capacidades gratuitas de servidor.

 

  • Servidor dedicado virtual: é quando um grupo de sites está localizado no mesmo servidor web físico, mas para cada um deles é criado um servidor virtual separado. Com tudo o que isso implica – seu próprio endereço IP, controle e gerenciamento completos dos recursos da máquina e sua configuração.

 

  • Servidor doméstico: um ou mais computadores domésticos com compartilhamento aberto, ligados e conectados à Internet 24 horas por dia. Normalmente, tem uma conexão ilimitada à Internet.

 

  • Hospedagem em nuvem: o provedor contém vários servidores para o melhor uso dos recursos. Servidores em cluster são uma solução ideal para fornecer alta disponibilidade de hospedagem dedicada, além de criar soluções de hospedagem em larga escala, porque fornece maior tolerância a falhas. Todos nós usamos hospedagem na nuvem. O exemplo mais simples é o nosso endereço de email e o google drive.

Crie uma lista de parâmetros que o servidor escolhido deverá cumprir

como-implementar-hospedagem-de-forma-inteligente-de-modo-a-evitar-futuras-falhas-no-site

Depois de entender como funcionam  os variados tipos de hospedagens existentes, você precisa criar uma lista de parâmetros que o servidor escolhido deverá cumprir para que o seu site não seja comprometido no futuro:

  • Faça uma lista dos parâmetros do seu projeto: o tamanho e o número de sites, quais funções eles devem executar, quanto dinheiro você está disposto a gastar.

 

  • A empresa que você escolheu deve existir no mercado de serviços da Internet há mais de dois anos. Também vale a pena conhecer a data de registro do nome de domínio do site da empresa.

 

  • Para que uma empresa que fornece um serviço de hospedagem seja credível, ela deve ter um endereço físico do escritório e permissão para fornecer serviços de hospedagem (licença). Esta informação deve ser publicada no site do provedor de hospedagem.

 

  • Também vale a pena conhecer a qualidade do suporte técnico. Para fazer isso, envie a eles algumas perguntas de teste e veja com que rapidez a resposta vem, quão bem será composta e informativa corretamente.

 

  • A maioria dos provedores de hospedagem oferece um período de teste gratuito antes de comprar seus serviços diretamente. Em uma semana, ou talvez menos, você pode decidir se essa hospedagem é ideal para você ou não.

 

  • Dê uma olhada na interface do site que fornece serviços de hospedagem. Deve ser intuitivo e bonito.

Assim, a escolha da hospedagem depende do objetivo do projeto da web. Para os estágios iniciais e testes, a hospedagem gratuita é adequada.Você pode ler mais sobre hospedagens aqui.  A hospedagem virtual ou na nuvem é adequada para sites com pouco tráfego, mas exigindo suporte técnico e operação regular do servidor. Sites com necessidades técnicas específicas são melhor colocados em uma hospedagem VPS. Projetos sérios e com muitos recursos exigirão o aluguel de um servidor físico ou colocation.

Dado os parâmetros acima, você pode escolher uma hospedagem de alta qualidade que atenda a todos os seus desejos e que não prejudique o seu site no futuro.

Escrito por Emanuel Negromonte

Fundador do SempreUPdate. Acredita no poder do trabalho colaborativo, no GNU/Linux, Software livre e código aberto. É possível tornar tudo mais simples quando trabalhamos juntos, e tudo mais difícil quando nos separamos.

SparkyLinux 5.10.1 baseado no Debian traz as atualizações mais recentes do Buster

SparkyLinux 5.10.1 baseado no Debian traz as atualizações mais recentes do Buster

KDE tem nova ferramenta de feedback do usuário

KDE tem nova ferramenta de feedback do usuário