in

Como instalar o Kdenlive, um editor de vídeo, no Ubuntu, Linux Mint, Fedora, Debian

Uma poderosa ferramenta para edição de vídeo

como-instalar-o-kdenlive-um-editor-de-video-no-ubuntu-linux-mint-fedora-debian

O Kdenlive é um editor de vídeo não linear. É baseado no framework MLT e aceita muitos formatos de áudio e vídeo, permite adicionar efeitos, transições e renderizar no formato de sua escolha. Saiba como instalar o Kdenlive no Linux.

Kdenlive é um aplicativo de código aberto e seu projeto foi iniciado por volta de 2003. Ele é construído no Qt e nas bibliotecas do KDE Frameworks. A maior parte do processamento de vídeo é feita pelo Framework MLT, que depende de muitos outros projetos de código aberto como FFmpeg , frei0r , movit, ladspa, sox, etc.

O Kdenlive foi projetado para atender à maioria das necessidades, desde a edição básica de vídeo até o trabalho profissional. Ou seja, ele é simples, totalmente intuitivo, fácil de usar e com recursos que deixarão a sua edição profissional. Não importa se você nunca editou vídeo antes. Você vai conseguir editar de forma muito fácil, nessa ferramenta incríve.

Além disso, O Kdenlive permite que você use e organize várias faixas de áudio e vídeo, cada uma pode ser bloqueada ou silenciada para sua conveniência. Ele ainda pode usar quase todos os formatos de áudio e vídeo diretamente, sem a necessidade de converter ou recodificar seus clipes.

O Kdenlive é desenvolvido por uma pequena equipe de colaboradores. Instale-o agora mesmo no seu Linux. Basta seguir o passo a passo abaixo e fazer a instalação de forma rápida e simples. Tudo sem complicação!

como-instalar-o-kdenlive-um-editor-de-video-no-ubuntu-linux-mint-fedora-debian

Instalando o Kdenlive no Ubuntu, Kubuntu, Xubuntu e derivados!

Para instalar o Kdenlive no Ubuntu Linux. Inclusive você também pode instalar o Kdenlive no Linux Mint sem nenhum problema execute o comando abaixo:

sudo snap install kdenlive

Instalando o Kdenlive no Fedora e derivados!

Para instalar o Kdenlive no Fedora, execute os comandos abaixo. Lembrando que caso você já tenha o suporte ao Snap habilitado no Fedora, pule para o passo 3, o de instalação do pacote:

Passo 1 – Instalar o Snapd:

sudo dnf install snapd

Após executar o comando acima, lembre-se encerrar a sessão ou reiniciar o computador! Em seguida, vamos criar um link simbólico para ativar o suporte ao Snap clássico:

Passo 2 – Criar link simbólico:

sudo ln -s /var/lib/snapd/snap /snap

E agora, vamos executar o comando para instalar o Kdenlive no Fedora ou derivados:

Passo 3 – Agora vamos executar o comando para instalar o Kdenlive no Fedora ou derivados:

sudo snap install kdenlive

Instalando o Kdenlive no Debian e derivados!

Para instalar o Kdenlive no Debian, execute os comandos abaixo. Caso você já tenha  Snap ativado e habilitado no seu Debian, pule para o passo 2, que seria da instalação:

Passo 1 – Atualizar os repositório e instalar o Snapd:

apt update
apt install snapd

E agora, vamos executar o comando para instalar o Kdenlive no Debian ou derivados. Observe que o comando abaixo está com o sudo, caso você não o tenha habilitado, remova o sudo e instalar usando o ROOT mesmo:

Passo 2 – Agora vamos executar o comando para instalar o Kdenlive no Debian e derivados:

sudo snap install kdenlive

É isso, esperamos ter ajudado você a instalar o Kdenlive no Linux!

Escrito por Jardeson Márcio

Jardeson é Mestre em Tecnologia Agroalimentar e Licenciado em Ciências Agrária pela Universidade Federal da Paraíba. Atualmente é professor substituto na mesma Instituição e assessora a Secretaria de Planejamento, Orçamento e Meio Ambiente de sua cidade.
Entusiasta no mundo tecnológico, gosta de arquitetura e design gráfico. Economia, tecnologia e atualidade são focos de suas leituras diárias.
Acredita que seu dia pode ser salvo por um vídeo engraçado.

como-instalar-o-vizd-um-node-completo-para-rede-viz-no-ubuntu-linux-mint-fedora-debian

Como instalar o VIZD, um node completo para rede VIZ, no Ubuntu, Linux Mint, Fedora, Debian

Código do Kernel do OProfile previsto para remoção no Linux 5.12

Ubuntu agora roda em Apple Silicon