in

Como instalar o Vimix, mixagem e combinação gráfica, no Ubuntu, Linux Mint, Fedora, Debian, Manjaro, Arch Linux, KDE Neon, openSUSE, CentOS e Red Hat Enterprise Linux!

Neste tutorial, saiba como como instalar o Vimix em várias distribuições Linux. Faça mixagem e combinação gráfica de vários clipes de filme e gráficos gerados por computador, com efeitos de processamento de imagem em tempo real!

O Vimix realiza mixagem e combinação gráfica de vários clipes de filme e gráficos gerados por computador, com efeitos de processamento de imagem em tempo real. Sua interface de usuário intuitiva e prática oferece controle direto sobre a opacidade e a forma da imagem para a produção de gráficos ao vivo durante shows e sessões de VJ. Saiba como instalar o Vimix no Linux utilizando pacotes Snap.

- Anúncios -

Como instalar o Vimix, mixagem e combinação gráfica,  no Ubuntu, Linux Mint, Fedora, Debian, Manjaro, Arch Linux, KDE Neon, openSUSE, CentOS e Red Hat Enterprise Linux!

A imagem de saída normalmente é projetada em tela cheia em um monitor externo ou projetor, mas pode ser gravada ao vivo (sem áudio). O Vimix é o sucesso do GLMixer que era anteriormente utilizado.

Como instalar o Vimix, mixagem e combinação gráfica,  no Ubuntu, Linux Mint, Fedora, Debian, Manjaro, Arch Linux, KDE Neon, openSUSE, CentOS e Red Hat Enterprise Linux!

Instalando o Vimix no Ubuntu, Kubuntu, Xubuntu e derivados!

Como instalar o Vimix, mixagem e combinação gráfica,  no Ubuntu, Linux Mint, Fedora, Debian, Manjaro, Arch Linux, KDE Neon, openSUSE, CentOS e Red Hat Enterprise Linux!

Para instalar o Vimix no Ubuntu 20.10, Ubuntu 20.04, Ubuntu 19.04, Ubuntu 18.04, Ubuntu 18.10, Ubuntu 16.04 ou superior. Inclusive você também pode instalar o Vimix no Linux Mint sem nenhum problema execute o comando abaixo:

sudo snap install vimix

Instalando o Vimix no KDE Neon

Para instalar o Vimix no KDE Neon execute apenas o comando abaixo:

sudo snap install vimix

Instalando o Vimix no Fedora e derivados!

Para instalar o Vimix no Fedora, execute os comandos abaixo. Lembrando que caso você já tenha o suporte ao Snap habilitado no Fedora, pule para o passo 3, o de instalação do pacote:

Passo 1 – Instalar o Snapd:

sudo dnf install snapd

Após executar o comando acima, lembre-se encerrar a sessão ou reiniciar o computador! Em seguida, vamos criar um link simbólico para ativar o suporte ao Snap clássico:

Passo 2 – Criar link simbólico:

sudo ln -s /var/lib/snapd/snap /snap

E agora, vamos executar o comando para instalar o Vimix no Fedora ou derivados:

Passo 3 – Agora vamos executar o comando para instalar o Vimix no Fedora ou derivados:

sudo snap install vimix

Instalando o Vimix no Debian e derivados!

Para instalar o Vimix no Debian, execute os comandos abaixo. Caso você já tenha  Snap ativado e habilitado no seu Debian, pule para o passo 2, que seria da instalação:

Passo 1 – Atualizar os repositório e instalar o Snapd:

apt update
apt install snapd

E agora, vamos executar o comando para instalar o Vimix no Debian ou derivados. Observe que o comando abaixo está com o sudo, caso você não o tenha habilitado, remova o sudo e instalar usando o ROOT mesmo:

Passo 2 – Agora vamos executar o comando para instalar o Vimix no Debian e derivados:

sudo snap install vimix

Instalando o Vimix no Arch Linux, Manjaro e derivados!

Para instalar o Vimix no Arch Linux, Manjaro e derivados, execute os comandos abaixo, caso você já tenha o suporte ao Snap habilitado pule a etapa de ativação do Snap direto para o comando de instalação.

Passo 1 – Ativar o suporte Snap no Arch Linux, Manjaro e derivados:

sudo pacman -S snapd
sudo systemctl enable --now snapd.socket
sudo ln -s /var/lib/snapd/snap /snap

Passo 2 – Agora vamos executar o comando para instalar o Vimix no Arch Linux, Manjaro e derivados:

sudo snap install vimix

Instalando o Vimix no CentOS e derivados!

Para instalar o Vimix no CentOS, execute os comandos abaixo. Vamos utilizar o repositório EPEL. Caso você já tenha o repositório adicionado pule para o passo 2.

Nota:Vale lembrar que uma vez que você adicione o  repositório e habilite o suporte ao Snap no CentOS, você não precisará mais fazer isso sempre que for instalar um pacote Snap.

Passo 1 – Adicionar o repositório de software EPEL ao CentOS:

sudo yum install epel-release

Passo 2 – Instalar o pacote responsável pela compatibilidade com pacotes Snap. Caso você já tenha o suporte habilitado no CentOS para o Snap, pule para o passo 5, o de instalação do Software:

sudo yum install snapd

Passo 3 – Habilitar o serviço no sistema:

sudo systemctl enable --now snapd.socket

Passo 4 – Ativar o suporte ao Snap clássico vamos criar um link simbólico:

sudo ln -s /var/lib/snapd/snap /snap

Passo 5 – Agora, vamos executar o comando para instalar o Vimix no CentOS ou derivados:

sudo snap install vimix

Instalando o Vimix no openSUSE e derivados!

Para instalar o Vimix no openSUSE, execute os comandos abaixo. Vamos utilizar um repositório. Caso você já tenha o suporte ao Snap instalado e habilitado no openSUSE, pule para o passo 5:

Passo 1 – Adicionar repositório:

Para openSUSE 15.0:

sudo zypper addrepo --refresh https://download.opensuse.org/repositories/system:/snappy/openSUSE_Leap_15.0 snappy

Para openSUSE 15.1:

sudo zypper addrepo --refresh https://download.opensuse.org/repositories/system:/snappy/openSUSE_Leap_15.1 snappy

Para openSUSE 15.2:

sudo zypper addrepo --refresh https://download.opensuse.org/repositories/system:/snappy/openSUSE_Leap_15.2 snappy

Para openSUSE 42.3:

sudo zypper addrepo --refresh https://download.opensuse.org/repositories/system:/snappy/openSUSE_Leap_42.3 snappy

Para openSUSE Tumbleweed:

sudo zypper addrepo --refresh https://download.opensuse.org/repositories/system:/snappy/openSUSE_Leap_15.0 snappy

Nota: Caso você esteja utilizando uma versão diferente das propostas no momento da escrita deste artigo, basta trocar o final do link pela versão correspondente!

Passo 2 – Agora, vamos importar a chave do repositório e em seguida atualizar a nossa fonte de softwares:

sudo zypper --gpg-auto-import-keys refresh
sudo zypper dup --from snappy

Passo 3 – Vamos instalar o Snapd, e em seguida você precisa reiniciar a máquina para poder continuar:

sudo zypper install snapd

Passo 4 – Agora que você reiniciou a sua máquina, vamos habilitar e iniciar o serviço do Snap, a partir de agora, sempre que você precisar instalar um pacote Snap, basta ir direto para o comando de instalação:

sudo systemctl enable snapd
sudo systemctl start snapd

Caso você esteja usando a versão Tumbleweed, execute o comando abaixo:

sudo systemctl enable snapd.apparmor
sudo systemctl start snapd.apparmor

Passo 5 – E por fim, execute o comando de instalação do Vimix no openSUSE:

sudo snap install vimix

Instalando o Vimix no Red Hat Enterprise Linux

Para instalar o Vimix no Red Hat Enterprise Linux você precisa executar os comandos abaixo. Note que vamos precisar ativar o suporte Snap no Red Hat Enterprise Linux, então caso você já o tenha feito anteriormente, você pode pular o passo 1.

Passo 1 – Ativar o Snap no Red Hat Enterprise Linux, observe a versão do sistema antes de executar o comando:

Para RHEL 8, execute:

sudo dnf install https://dl.fedoraproject.org/pub/epel/epel-release-latest-8.noarch.rpm sudo dnf upgrade

Para RHEL 7, execute:

sudo subscription-manager repos --enable “rhel-*-optional-rpms” --enable “rhel-*-extras-rpms” sudo yum update
sudo yum install snapd
sudo systemctl enable --now snapd.socket
sudo ln -s /var/lib/snapd/snap /snap

Passo 2 – Comando para instalar o Vimix no Red Hat Enterprise Linux

sudo snap install vimix

É isso, esperamos ter ajudado você a instalar o Vimix no Linux! Faças suas mixagens no Linux sem precisar de nada mais, apenas o Vimix.

Como instalar o Dolphin Emulator no Ubuntu, Linux Mint, Fedora, Debian, Manjaro, Arch Linux, KDE Neon, openSUSE, CentOS e Red Hat Enterprise Linux!

Red Hat impulsiona o futuro da supercomputação com Red Hat Enterprise Linux

CentOS Linux 7.9 lançado oficialmente

Written by Emanuel Negromonte

Fundador do SempreUPdate. Acredita no poder do trabalho colaborativo, no GNU/Linux, Software livre e código aberto. É possível tornar tudo mais simples quando trabalhamos juntos, e tudo mais difícil quando nos separamos.

Distro Escuelas Linux 6.11 muda para Linux 5.9

Distro Escuelas Linux 6.11 muda para Linux 5.9

Lançada estação de trabalho de áudio Ardour 6.5 com suporte para plug-ins VST3

Lançada estação de trabalho de áudio Ardour 6.5 com suporte para plug-ins VST3