in

Como otimizar o uso do bash

000 - Como otimizar o uso do bash

Neste artigo mostraremos como otimizar o uso do bash nas principais distribuições Linux, principalmente para aqueles que trabalham em ambientes sem acesso a Internet e que precisam de mais informações ou relembrar sobre determinados comandos do bash. Além disso, essas dicas também são úteis para aqueles que estão estudando para provas de certificação na área de Linux e que precisam memorizar parâmetros específicos de determinados comandos.

Como otimizar o uso do bash

O bash, ou Bourne-Again-SHell, é o interpretador de comandos mais popular que faz a “tradução” entre a linguagem “humana” e a linguagem do sistema operacional. Abaixo algumas dicas que te ajudarão a otimizar o uso no dia a dia.

Instalar o pacote bash-completion

Primeiramente, recomendamos a instalação do pacote bash-completion que é responsável por autocompletar a maioria dos comandos nativos nos sistemas Linux. Atualmente a maioria das distribuições já vem com ela instalada, mas caso contrário seguem abaixo os comandos para instalação deste pacote conforme distribuição:

No Ubuntu, Debian, Linux Mint e derivados execute o comando com sudo, lembre-se que no Debian o sudo não vem habilitado por padrão, você pode usar o root ou seguir o nosso tutorial de como instalar e habilitar o sudo no Debian.

apt-get install bash-completion

Para Fedora, Red Hat e CentOS e derivados – Execute com o usuário root ou com permissão sudo

yum install bash-completion

Logo após a instalação do bash-completion, a tecla TAB será a sua melhor amiga. Comece a digitar um comando e aperte a tecla TAB duas vezes e o bash autocompletará ou fornecerá mais opções sobre determinado comando, por exemplo:

systemctl TAB TAB

001 - Como otimizar o uso do bash v2

No exemplo acima, ao digitar o comando systemctl e apertar a TAB duas vezes, o bash apresentará todos os parâmetros possíveis a serem utilizados junto com o systemctl.

Outro exemplo é a possibilidade de autocompletar ao navegar entre diretórios:

cd /u TAB
cd /usr/
cd /usr/ TAB TAB

002 - Como otimizar o uso do bash

Portanto a TAB pode “economizar” o uso do seu teclado, tornando a digitação bem mais rápida.

Pesquise comandos já digitados com o CTRL+r

Alguns dias atrás você digitou aquele comando gigantesco no bash e já não lembra quais eram os seus parâmetros ou só lembra de alguns trechos deste comando?

Segure a tecla CTRL e depois a tecla  r e repare que o seu bash ficará com algo parecido com o abaixo:

(reverse-i-search)`':

Isso é uma pesquisa reversa onde será encontrado qualquer trecho digitado no histórico do seu usuário. No exemplo abaixo procurarei pela palavra “box”:

(reverse-i-search)`': `box': vagrant box add archlinux/archlinux

O CTRL+r encontrou o último comando com a palavra box utilizada no bash. Mas caso ainda não seja este o comando procurado com a palavra “box”, basta apertar CTRL+r novamente:

(reverse-i-search)`': `box': vagrant box remove centos7

Use e abuse do comando man

O comando man é o responsável por apresentar manuais de referência sobre determinado comando. Certamente uma grande funcionalidade que a maioria dos usuários não conhecem é que o comando man possui um manual dele mesmo. Então execute o comando abaixo no seu terminal:

man man

Abrirá uma página do manual de referência do man. Na opinião do autor, um dos trechos mais interessantes é o abaixo:

003 - Como otimizar o uso do bash

Esses números são as classificações de conteúdo do manual de determinado comando. Abaixo um exemplo com o comando crontab:

man crontab

004 - Como otimizar o uso do bash

Note que o comando possui um (1), portanto indica que o manual descreverá sobre o comando crontab e seus parâmetros.

Mas e se estou na dúvida de como é a sintaxe dos arquivos da cron? Basta então acessar o manual relacionado a “Formatos de arquivo e convenções”, no caso o número 5:

man 5 crontab

005 - Como otimizar o uso do bash

006 - Como otimizar o uso do bash

Use os exemplos em /usr/share/doc

Dentro do diretório /usr/share/doc existe uma vasta documentação de todos os pacotes instalados no seu sistema operacional. Além disso possui arquivos padrão de configuração que podem te ajudar na configuração de novos serviços. Um exemplo interessante é o samba-common, que possui um arquivo smb.conf como modelo:

cd /usr/share/doc/samba-common/examples
gunzip smb.conf.default.gz
cat smb.conf.default

007 - Como otimizar o uso do bash

O arquivo possui os parâmetros mínimos de funcionamento do samba totalmente comentado (em inglês). Portanto você pode utilizar este arquivo como modelo para configurar o samba em /etc/samba/smb.conf.

Em resumo, esperamos que este artigo como otimizar o uso do bash ajude na sua jornada de trabalho e aprendizado no mundo Linux. Possui mais alguma dúvida? Entre no nosso grupo no Telegram.

Até a próxima!

Written by LuKazHiro

Entusiasta Linux desde a época em que as distribuições eram vendidas em CD's nas bancas de jornais. Formado em Ciência da Computação, certificado LPIC-3 e RHCE. Estudante constante de tecnologia, sempre procurando, ensinando e aprendendo com a galera!

RHEL 8.0 Beta não incluirá o servidor de banco de dados NoSQL MongoDB

RHEL 8.0 Beta não incluirá servidor de banco de dados NoSQL MongoDB

Vazamento de dados expõe mais de 700 Milhões de E-mails