in

Confira as novidades em torno do Kernel 5.3

Há mais novidades chegando no Kernel 5.3

Linux 5.3.1 é a primeira versão de manutenção da série
Imagem: Linux Adictos

O novo Kernel 5.3 que começa a ser trabalhado, está repleto de novidades. Já relatamos aqui um resumo com as principais mudanças esperadas. Porém, parece que muito mais coisas estão chegando. Confira as novidades em torno do Kernel 5.3.

As mudanças de gerenciamento de energia para a janela de mesclagem do Linux 5.3 não oferecem nenhuma mudança de estado P ou outras importantes mudanças da Intel neste ciclo. Porém, há algumas outras melhorias, bem como novos drivers CPUFreq para escalonamento de freqüência da CPU.

Indiscutivelmente, a maior mudança de gerenciamento de energia do Linux 5.3 é a adição principal de um driver CPUFreq para o Raspberry Pi. Este driver CPUFreq se comunica com o firmware em execução no processador dedicado responsável pelos ajustes do relógio. Este firmware acaba fazendo a chamada final para atender pedidos de mudanças de relógio da CPU com base em critérios térmicos e de energia.

Alguns dos outros trabalhos para Linux 5.3 incluem:

  • melhor manuseio de recursos de energia ACPI compartilhados em PCI;
  • outras melhorias de camada de tipo de barramento PCI;
  • retrabalho do código de manipulação de hibernação no núcleo ACPI;
  • estendendo a estrutura de pontos de desempenho operacional (OPP) e outras correções.

O mantenedor do gerenciamento de energia, Rafael Wysocki, também submeteu as mudanças da ACPI. Agora há suporte para drivers AC/bateria ACPI suportados para não-x86, permitindo que o UEFI BGRT seja substituído via initrd ou configfs e outras correções.

Herbert Xu enviou na segunda-feira as atualizações do subsistema de criptografia para o kernel Linux 5.3 em desenvolvimento.

Criptografia do Linux 5.3 atualiza Jitter RNG e adiciona xxHash

O Linux 5.3 está trazendo uma implementação atualizada do Jitter RNG baseada nas especificações originais do Jitter 2.1.2 com várias alterações. Agora também há suporte para o gerador de números aleatórios SHA204A, suporte a intercalação de 5 vias para ECB/CBC/CTR para ARM de 64 bits e outras correções.

Novo no subsistema é o suporte para xxHash, o algoritmo hash não criptográfico de hash extremamente rápido. A implementação do xxHash foi projetada para ser muito rápida e rodar perto dos limites de velocidade parecidos com RAM.

No momento, o código xxHash é adicionado à árvore para uso futuro. Falou-se sobre o caso de uso para o xxHash para substituir potencialmente o código CRC32C no Btrfs pelo xxHash. Porém, nos próximos ciclos do kernel veremos onde mais esse algoritmo acelerado de hash poderá ser utilizado. Mais detalhes sobre as mudanças de criptografia para o Linux 5.3 através deste pedido pull.

Atualizações de drivers de mídia Linux 5.3 trazem novo decodificador de vídeo Amlogic Meson

Confira as novidades em torno do Kernel 5.3

Depois de passar por mais de 9 rodadas de revisões para o driver de decodificação de vídeo Amlogic, ele agora faz parte das atualizações do subsistema de mídia para o kernel Linux 5.3.

Este driver de decodificação de vídeo Amlogic suporta os chipsets GXBB/GXL/GXM e permite a decodificação MPEG-1/MPEG-2 com trabalhos futuros para lidar com MPEG-4, H.264, HEVC e VP9.

Confira outras novidades em torno do Kernel 5.3

  • um novo driver de teste para o IP de vídeo Allegro DVT;
  • um novo driver Atmel ISC;
  • divisão do driver de decodificação de vídeo Rockchip em dois drivers separados;
  • o CXUSB agora suporta TV analógica;
  • e o CODA driver adicionou suporte a MPEG-2/4.

Mais detalhes sobre as mudanças do driver de mídia para o kernel Linux 5.3 podem ser encontrados através desta solicitação pull.

Linux 5.3 implementa suporte para Rastreamento de Uso do AVX-512

Depois de atrasar os ciclos anteriores do kernel, o Linux 5.3 permitirá rastrear a última vez que um processo fez uso do AVX-512 para que os programadores de espaço do usuário forneçam melhor posicionamento de tarefas.

Passando por várias rodadas de revisão ao longo dos últimos meses para um melhor acompanhamento do uso do AVX-512 pelos programas Linux do espaço do usuário, o suporte agora chegou por meio das atualizações “x86/core” para o Linux 5.3. Este acréscimo expõe uma métrica “AVX512_elapsed_ms” via ” /proc/[pid]/arch_status para expor a última vez que um processo em particular fez uso de qualquer instrução AVX-512.

Com os processadores atuais suportando o AVX-512, geralmente levando a freqüências mais baixas ao executar essas instruções, essa adição pode permitir que os agendadores de tarefas do espaço do usuário coloquem tarefas pesadas do AVX-512 em núcleos específicos. Além disso, programas não AVX-512 nos núcleos que deve estar operando em freqüências de clock mais altas, impedindo qualquer estrangulamento térmico ou outros problemas.

Essa interface arch_status no arquivo também pode ser usada para expor outras informações além da última vez que o AVX-512 foi usado.

Portanto, com essa solicitação, o suporte está em ordem para o Linux 5.3, caso qualquer programa de espaço do usuário esteja interessado nessas informações (principalmente no espaço HPC) para oferecer melhor agendamento de tarefas a núcleos específicos.

Portanto, estas são algumas das novidades em torno do Kernel 5.3.

Via

Escrito por Claylson Martins

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.

IBM busca o esporte para destacar serviços de tecnologia

IBM busca o esporte para destacar serviços de tecnologia

Huawei pode trocar o Android por um sistema operacional russo

Fundador da Huawei diz que o HongMeng OS será mais rápido que Android e iOS!