in

Conheça a bateria dobrável de íon de lítio

A avançada bateria de íons de lítio é ultrafina, flexível e recarregável.

A bateria de íon de lítio que usamos em nossos dispositivos hoje sofreu uma melhoria significativa. Levando as inovações um passo à frente, uma empresa sul-coreana chamada Jenax desenvolveu uma bateria de íon de lítio dobrável e que pode ser enrolada.

Apelidada como J.Flex, a avançada bateria de íons de lítio é ultrafina, flexível e recarregável. Esta bateria pode ser tão fina quanto 0,5 mm, o que é adequado para sensores. Além disso, a J.Flex pode ser fabricada com tamanho mínimo de 20×20 mm ou tamanho de 200×200 mm.

Bateria dobrável de íon de lítio mudará o futuro dos dispositivos vestíveis

Conheça a bateria dobrável de íon de lítio
Imagem: Reprodução | Fossbytes.

Com o surgimento de dispositivos portáteis e telefones com telas flexíveis, a maneira como interagimos com as máquinas está em um nível diferente.

EJ Shin, chefe de planejamento estratégico da Jenax, disse:

O que estamos fazendo na Jenax é colocar as baterias em locais onde elas não poderiam estar antes.

A empresa demonstrou algumas dessas novas possibilidades na semana passada no evento CES 2020. Por exemplo: capacete de futebol americano com sensor para medir a pressão e a força do impacto; um adesivo para sensor médico embutido na roupa para monitorar a freqüência cardíaca de um usuário; bancos de energia vestíveis na forma de cintos e pulseiras para pacientes que dependem de dispositivos médicos.

Ninguém quer carregar uma bateria grande e volumosa no corpo o tempo todo.

Shin diz:

É aí que você precisa de baterias muito finas e flexíveis.

Composição da bateria flexível J.Flex

Conheça a bateria dobrável de íon de lítio
Imagem: Reprodução | Fossbytes.

A J.Flex é feita de grafite e óxido de cobalto de lítio, mas sua composição e arquitetura exatas permanecem em segredo.

Segundo Shin, o segredo da flexibilidade na J.Flex está em “uma combinação de materiais, eletrólito de polímero e o conhecimento desenvolvido ao longo dos anos”.

A voltagem de operação desta bateria flexível fica entre 3 e 4,25 volts. Dependendo do tamanho, a capacidade da bateria varia de 10 mAh a 5 Ah. A melhor parte é que a J.Flex é capaz de reter quase 90% dessa capacidade após 1.000 ciclos de carga-descarga.

Embora cada carga normalmente leve uma hora, Shin diz que a duração da bateria J.Flex depende de como ela é usada. Ele diz que uma única carga pode durar um mês em um sensor, mas não duraria muito se a bateria estivesse alimentando uma tela de celular.

Bateria não inflamável para minimizar riscos

Sabemos que as baterias podem explodir quando seus eletrólitos vazam ou quando o cátodo e o ânodo se aproximam. Além disso, existem grandes chances de ocorrer isso no caso de baterias flexíveis. Mas a chave para manter a segurança aqui é encontrar bons eletrólitos ou boas membranas condutoras de íons.

Portanto, para resolver esse problema, a Jenax desenvolveu um eletrólito semi-sólido especial. Dessa forma, Shin diz que a empresa cuidou das maiores causas de explosões de bateria, tornando a bateria não inflamável.

Fonte: Fossbytes