Categorias

Android

Games

Notícias

Tutoriais Linux

Vídeos

Notícias

22/04/2020 às 10:00

6 min leitura

Avatar Autor
Por Claylson Martins

Debian remove vários drivers antigos do Linux

Debian remove vários drivers antigos do Linux

Vários usuários estão expressando indignação em fóruns, sites e redes sociais pelo fato de o Debian GNU/Linux estar descartando vários drivers de hardware antigos. No início deste mês, a equipe Debian chamada “X Strike Force” (que mantém pacotes para o Sistema X Window) decidiu retirar vários drivers antigos do repositório Debian. Portanto, o Debian remove drivers antigos de seu código do Linux.

Por exemplo, o driver r128 para placas de vídeo ATI Rage com mais de 20 anos de idade. Entre os outros drivers estão aqueles para Mach 64, Savage, Silicon Motion, SiS, Trident e drivers de entrada para telas sensíveis ao toque Elo, MuTouch. De acordo com a lista de discussão, os motivos para descartar os drivers de entrada e vídeo antigos não eram “mantidos regularmente ou sem valor para a distribuição”.

Fim do hardware vintage?

Debian remove vários drivers antigos do Linux

Enquanto isso, a maioria das distribuições Linux já cuidou dos códigos herdados, descartando versões de 32 bits, por exemplo, Ubuntu ou Manjaro. Agora, as distros modernas do Linux se concentram mais em software ou hardware antigo de 64 bits do que em 32 bits.

Porém, com o Debian como um sistema operacional universal, você pode não esperar uma atitude dessas porque é uma das poucas distribuições que oferece compatibilidade com muitas arquiteturas e hardware antigo. Basicamente, o Debian oferece o melhor suporte legacy e de compatibilidade com versões anteriores e de código aberto.

No entanto, largar o hardware antigo afeta diretamente o público antigo que agora está chateado. Há uma pequena porcentagem de pessoas que ainda preferem o antigo hardware ou software para trabalhar – talvez por razões pessoais ou nostálgicas. De qualquer forma, sem esses drivers, eles não poderão executar o desktop Debian em hardware antigo.

No entanto, se você realmente deseja drivers antigos e não mantidos, ainda tem a opção de instalar uma versão antiga e não mantida do Debian Linux. Você pode não achar tão atraente quanto o mais recente, mas funcionará para você. Ou então, você também pode procurar uma distribuição Linux que suporta altamente computadores antigos .

Drivers antigos devem realmente ser removidos?

Seja você a favor ou contra a remoção de códigos legados, a realidade é que quanto mais hardware você tiver para oferecer suporte, mais difícil será conseguir fazer melhorias significativas, sem quebrar nada. Além disso, você também precisa de pessoas que estejam familiarizadas com o código que não foi tocado por anos.

Outro e mais importante risco de um código não mantido é a segurança. Acho que todo mundo quer que seu sistema seja seguro também. Portanto, diminuir a base de código pode ser a melhor opção para incluir todo o suporte tecnológico mais recente, mantendo a compatibilidade com os mais recentes.

Com Phoronix e Fossbytes

Tags:

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão. Nas horas não muito vagas, professor, fotógrafo, apaixonado por rádio e natureza.

Últimos artigos

Newsletter

Receba nossas atualizações!

Newsletter

Receba nossas atualizações!
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.