Categorias

o-android-13-tem-codinome-interno-vazado-a-aposta-agora-e-a-sobremesa-tiramisu

Android

Games

Notícias

Tutoriais Linux

Vídeos

Notícias

10/01/2021 às 15:00

4 min leitura

Avatar Autor
Por Claylson Martins

Desenvolvedores de kernel Linux discutem o fim de um monte de CPUs antigas

Atraso na atualização de kernels provoca problemas de compatibilidade de hardware

Com a chegada do Linux 5.10 como a versão mais recente de Long Term Support (LTS) a ser mantida por pelo menos os próximos cinco anos, os desenvolvedores do Linux discutem um assunto importante que é o fim do suporte a várias CPUs antigas. Muitas delas tornaram-se obsoletas dentro do kernel principal e não há razão para manter esse código no kernel. Portanto, é intenção dos desenvolvedores do kernel Linux remover o quanto antes esses códigos já estrapassados.

Segundo os desenvolvedores, muitas delas não receberam qualquer commit nos últimos anos. Porém, como sempre ocorre nessas ocasiões, frequentemente há usuários apaixonados que desejam que o suporte seja mantido. Basta saberem que haverá a remoção.

Desenvolvedores de kernel Linux discutem o fim de um monte de CPUs antigas

Desenvolvedores de kernel Linux discutem o fim de um monte de CPUs antigas

O desenvolvedor de kernel, Arnd Bergmann, olhou para as plataformas ARM que poderiam ser removidas seguindo o Linux 5.10 LTS, bem como outras arquiteturas de CPU sem nenhum sinal real de vida. Bergmann propôs remover da árvore do kernel Linux os seguintes alvos ARM:

– ASM9260
– AXXIA
– BCM / Kona
– DigiColor
– Dove
– EFM32
– NSPIRE
– PicoXcell (já programado para remoção)
– PRIMA2
– Spear
– Tango
– U300
– VT8500
– ZX

Para a maioria deles, eles nem viram quaisquer mudanças reais em mais mais de meia década.

Algumas plataformas ARM adicionais que estão sendo consideradas para remoção incluem:

  • CLPS711x;
  • CNS3xxx
  • EP93xx;
  • Footbridge;
  • Gemini;
  • HISI;
  • Highbank;
  • IOP32x;
  • IXP4xx;
  • LPC18xx;
  • LPC32xx;
  • MMP;
  • Moxart;
  • MV78xx0;
  • Nomadik;
  • OXNA;
  • PXA;
  • RPC;
  • SA1100.

Esses alvos ARM ainda estão vendo algum interesse e código. No entanto, se os mantenedores deles concordarem, eles podem ser descartados também.

Algumas plataformas não ARM que também podem ser candidatas à remoção incluem:

H8300
C6X
SPARC / Sun4M
PowerPC / CELL (separado do código do PlayStation 3)
PowerPC / CHRP
o PowerPC / AmigaOne
PowerPC / Maple
M68K para Apollo , HP300, Sun3 e Q40.
MIPS JAZZ
MIPS Cobalt

Além disso, existem algumas plataformas de CPU que são muito antigas e pode ser hora de retirá-las:

  • 80486SX/DX;
  • Alpha 2106x;
  • IA64 Merced (Itanium de primeira geração);
  • MIPS R3000/TX39xx;
  • Modelos PowerPC mais antigos além do 601 original que removeu recentemente.
    SuperH SH-2;
  • 68000/68328 (Dragonball)

Nada foi decidido com firmeza ainda, porém, estas são as últimas discussões. Assim, todo o debate sobre a eliminação do suporte à CPU antiga foi iniciada na sexta-feira no link  Old platforms: bring out your dead.

Phoronix

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão. Nas horas não muito vagas, professor, fotógrafo, apaixonado por rádio e natureza.

Últimos artigos

Newsletter

Receba nossas atualizações!

Newsletter

Receba nossas atualizações!
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.