Diferenças entre ext4 e Btrfs

Emanuel Negromonte
4 minutos de leitura

Neste post, vamos comparar os dois sistemas de arquivos mais populares para Linux: ext4 e BTRFS. Ambos têm suas vantagens e desvantagens, mas qual é o melhor para o seu caso de uso? Vamos ver as principais diferenças entre eles.

Ext4 é a quarta versão do sistema de arquivos estendido, que é o padrão para a maioria das distribuições Linux. Ele é baseado no ext3, mas com melhorias no desempenho, confiabilidade e recursos. Algumas das características do ext4 são:

  • Suporta tamanhos de partição de até 1 exbibyte (EiB) e tamanhos de arquivo de até 16 tebibytes (TiB).
  • Usa alocação atrasada, que reduz a fragmentação e aumenta a velocidade de escrita.
  • Usa extensões, que permitem armazenar mais informações sobre os blocos de dados de um arquivo, reduzindo o uso do espaço em disco e o tempo de acesso.
  • Suporta verificação de integridade dos dados usando checksums opcionais.
  • Suporta criptografia nativa usando o recurso fscrypt.
  • Suporta snapshots (cópias instantâneas) usando o recurso LVM.

BTRFS é um sistema de arquivos de cópia em gravação (CoW), que foi desenvolvido pela Oracle, Fujitsu e Red Hat. Ele é projetado para oferecer funcionalidades avançadas, como pooling, instantâneos, tolerância a falhas e somas de verificação. Algumas das características do BTRFS são:

  • Suporta tamanhos de partição e arquivo de até 16 exbibytes (EiB).
  • Usa subvolumes, que permitem criar partições lógicas dentro de uma partição física, facilitando o gerenciamento do espaço em disco.
  • Usa instantâneos, que permitem criar cópias consistentes dos subvolumes, podendo ser usados para backup ou restauração.
  • Usa somas de verificação para todos os dados e metadados, garantindo a integridade dos dados e detectando erros de corrupção.
  • Suporta RAID 0, 1, 5, 6 e 10, permitindo aumentar o desempenho ou a redundância dos dados.
  • Suporta compressão transparente usando os algoritmos zlib, lzo ou zstd.
  • Suporta deduplicação offline usando ferramentas como bedup ou duperemove.

As principais diferenças entre ext4 e BTRFS podem ser resumidas na tabela abaixo:

CaracterísticaExt4BTRFS
Tamanho máximo da partição1 EiB16 EiB
Tamanho máximo do arquivo16 TiB16 EiB
Alocação atrasadaSimSim
ExtensõesSimNão
ChecksumsOpcionalObrigatório
CriptografiaSimNão
SnapshotsSim (via LVM)Sim (nativo)
RAIDNão (via mdadm)Sim (nativo)
CompressãoNãoSim
DeduplicaçãoNãoSim (offline)

Como podemos ver, ext4 e BTRFS têm vantagens e desvantagens diferentes. A escolha entre eles depende do seu caso de uso e das suas preferências pessoais. De forma geral, podemos dizer que:

  • Ext4 é um sistema de arquivos mais simples, estável e amplamente suportado. Ele é adequado para usuários que querem um sistema de arquivos confiável e com bom desempenho, sem muita complexidade ou sobrecarga.
  • BTRFS é um sistema de arquivos mais complexo, avançado e com mais recursos. Ele é adequado para usuários que querem um sistema de arquivos flexível e com alta tolerância a falhas, podendo sacrificar um pouco de desempenho ou estabilidade.

Para saber mais sobre ext4 e BTRFS, você pode consultar os seguintes links:

: https://br.easeus.com/data-recovery-solution/btrfs-vs-ext4.html
: https://diferenciario.com/br/btrfs-e-ext4/
: https://amaroklinux.org/o-que-e-ext4-e-btrfs/

Share This Article
Follow:
Fundador do SempreUPdate. Acredita no poder do trabalho colaborativo, no GNU/Linux, Software livre e código aberto. É possível tornar tudo mais simples quando trabalhamos juntos, e tudo mais difícil quando nos separamos.