in

Conheça os 5 melhores editores de vídeos para o Linux!

Chegou no mundo Linux a pouco tempo e precisa de um editor de vídeo? Então conheça 5 deles!

editores-de-videos-para-o-linux

O universo do Linux carece de softwares para edição de vídeos e áudio, e aqueles que existem não podem ser comparados com as edições profissionais que estão disponíveis em plataformas como MacOS X e Windows. E assim, diante deste vasto universo, conheça os melhores editores de vídeos para o Linux.

Devido a esse problema, muitos recorrem a softwares proprietários que muitas vezes são de uso exclusivo de uma plataforma, como é o caso dos programas vendidos pela Adobe ou dos programas desenvolvidos e vendidos pela Apple.

Felizmente, com o aumento de relevância dos sistemas Linux, muitas ferramentas têm surgido e a carência de softwares para área multimídia tem diminuído. Nesse artigo apresentarei 5 editores de vídeos para usar em sua distribuição Linux.

5 melhores editores de vídeos para Linux!

1 – Pitivi

O Pitivi é uma ferramenta escrita em Python sob a licença LGPL, que utiliza as bibliotecas Gstreamer e Gtk+ para processar arquivos multimídia. A interface do Pitivi é simples, porém muito intuitiva e você pode realizar modificações para adicionar funcionalidades específicas como o editor de legendas.
Principais características
  • Suporte a vários formatos de vídeo
  • Suporte a vários formatos de áudio
  • Suporte a várias resoluções de saída de vídeo

2 – OpenShot

O OpenShot nasceu em 2013 de uma campanha de financiamento coletivo do Kickstarter, o projeto foi desenvolvido em Python e é um dos mais populares editores de vídeos do Linux. Mas, o OpenShot não é de exclusividade do GNU/Linux, ele também está disponível para os sistemas MacOS X e Windows.

Principais características:

  • Suporte para múltiplas pistas
  • Mudança de velocidade do vídeo (câmera lenta, etc.)
  • Efeitos de transição
  • Integração com Blender e Inkscape
  • Suporte a vários formatos de vídeo e áudio

3 – Avidemux

O Avidemux é um editor simplista, gratuito e com suporte a vários formatos de vídeos como DivX, VCD, Avi, DVD, MPEG, MP4 e ASF. Além utilizá-lo em distribuições GNU/Linux, o Avidemux possui suporte para os sistemas MacOS X e Windows.

4 – Lightworks

O Lightworks é um software de edição de vídeo de nível profissional, tão profissional que foi utilizado por Thelma Schoonmaker na edição do filme “O Lobo de Wall Street” e por Tariq Anwar na edição do filme “O Discurso do Rei” pelo qual foi indicado ao Oscar de Edição. A ferramenta está disponível em uma versão gratuita e em uma versão paga, é multiplataforma com suporte aos sistemas GNU/Linux, MacOS X e Windows.

Principais características
  • Possibilidade de exportar direto para o Youtube e Vimeo na resolução de 1080p
  • Ampla galeria de efeitos de áudio e vídeo
  • Suporte para Drag and Drop

5 – Kdenlive

O Kdenlive é uma potente ferramenta para edição de vídeos sob código aberto, gratuito e com suporte para plataformas Linux, BSD e MacOS X.

Principais características
  • Edição com várias pistas de áudio e vídeo
  • Suporte a vários formatos de vídeo e codecs (Mpeg2, mp4, h264, MP2, MP3)
  • Suporte a exportação de vídeos nos formatos AVCHD (HDV), DV (PAL e NTSC) e Mpeg2 (PAL, NTSC e HDV)

Essas foram algumas ferramentas de edição que estão disponíveis no Linux, antes de fazer o download diretamente do site dos editores, consulte a central de programas da sua distribuição, todas elas ou quase todas, podem já está disponível. Então, basta abrir a central de programas, clicar em instalar, digitar sua senha e pronto! Você terá os melhores editores de vídeos para Linux, e o melhor, de graça.

Escrito por Emanuel Negromonte

Fundador do SempreUPdate. Acredita no poder do trabalho colaborativo, no GNU/Linux, Software livre e código aberto. É possível tornar tudo mais simples quando trabalhamos juntos, e tudo mais difícil quando nos separamos.

Ciclo do Linux 5.5 começa nesta semana com mudanças emocionantes

Como instalar o Neovim no Linux – Um editor de texto baseado no Vim

Lenovo lança computador de placa única chamado Leez para competir com as placas Raspberry Pi

Lenovo lança computador de placa única chamado Leez para competir com as placas Raspberry Pi