in

Epic Games: empresa processa testador por vazar detalhes do Fortnite Chapter 2 (Temporada 11)!

Desenvolvedor diz que o réu Ronald Sykes esperou apenas três dias para violar sua NDA!

epic-games-empresa-processa-testador-por-vazar-detalhes-do-fortnite-capitulo-2

A Epic Games moveu uma ação contra um usuário tester Ronald Syker. O gamer teria vazado informações do Fortnite Chapter 2 (Capítulo 2) em o consentimento da empresa, antes mesmo do anúncio oficial. O processo foi aberto no tribunal distrital da Carolina do Norte e compartilhado pela Polygon.

No processo, a Epic Games diz que Roland vazou informações relevantes que ele recebeu durante os testes da nova versão do Fortnite, e que há um contrato entre eles que obriga a confidencialidade das informações. Assim, segundo a empresa, a cláusula prevê segredo absoluto em torno do que é repassado pela Epic.

A empresa, por sua vez, alega que o tester lucrou as custas das informações sigilosas e divulgadas sem autorização da marca.

Ele fez isso às custas da Epic e dos membros da comunidade Fortnite que aguardavam ansiosamente a nova temporada do Fortnite apenas para ter algumas das surpresas planejadas da Epic estragadas pelos vazamentos de Sykes. Disse a Epic Games no processo.

Assim, a Epic Games fez três pedidos de medidas cautelares, uma por quebra de contrato, e duas por apropriação indevida de segredos comerciais. Com isso, a empresa quer uma indenização a maior, ou seja, o maior valor que puder conseguir.

Ainda segundo o relato, Ronald teria participado de um teste de experiência de usuário com o Fortnite Chapter 2, ou como é referenciado “Temporada 11”, no Epic’s North Carolina HQ em 21 de setembro de 2019.

Mas, em 24 de setembro os detalhes da nova temporada havia sido vazada pelo tester no Twitter. No entanto, foi apurado que um usuário do Twitter @ snipa_king2K convidou outro usuário a enviar uma mensagem direta para obter informações sobre a temporada 11. E assim, em 28 de setembro, outro usuário – @xDriFtZz – afirmou que havia jogado a temporada 11.

A Epic acredita que as contas envolvidas pertencem a um só dono, neste caso o Roland. A empresa ainda alega que ele criou várias contas no twitter para vazar mais informações, inclusiva a conta @FNGzus que exibia uma imagem do novo mapa.

Analisando a conta, a empresa disse que ela disparou cerca de oito novos tweets em menos de sete minutos. O conteúdo vazado exibia novos veículos, novas armas, sistemas de recompensa, pontos, limites de materiais de construção e outros detalhes extremamente específicos para a nova versão.

E não parou por aí, os vazamentos, segundo o relato, seguiu em frente até o dia 14 de outubro. Neste mesmo dia, a Epic fez o lançamento do Fortnite Chapter 2, revelando os detalhes da nova temporada, e quase que instantaneamente, as contas criadas no Tweet foram excluídas.

Vale lembrar que não é a primeira vez que a Epic move um processo contra testadores. Em junho deste ano, a empresa havia tomado a mesma medida, e detalhe, para o mesmo jogo.

Escrito por Emanuel Negromonte

Fundador do SempreUPdate. Acredita no poder do trabalho colaborativo, no GNU/Linux, Software livre e código aberto. É possível tornar tudo mais simples quando trabalhamos juntos, e tudo mais difícil quando nos separamos.

Ubuntu 19.10 facilita o compartilhamento de mídia com sua TV

Ubuntu 19.10 facilita o compartilhamento de mídia com sua TV

Como instalar o Transitions DJ no Ubuntu – Um software para mixagem de som

Como instalar o Transitions DJ no Ubuntu – Um software para mixagem de som