Epic Games viola privacidade infantil e é condenada

A Epic Games terá que pagar 520 milhões de dólares

Jardeson Márcio
3 minutos de leitura

A Epic Games atraiu bastante matérias com o seu nome, devido à sua recente oferta de jogos gratuitos comemorando as festas de fim de ano. No entanto, nem todas as manchetes são positivas. Agora, por exemplo, a Epic Games está na mídia por ter sido condenada a pagar uma multa milionária por violar a privacidade infantil.

Ontem, a Federal Trade Commission (FTC) dos EUA e o desenvolvedor de “Fortnite” anunciaram que a empresa pagará uma multa de cerca de US$ 520 milhões (cerca de R$ 2,7 bi).

A empresa de jogos pagará essa multa para resolver as acusações de que coleta ilegalmente informações privadas de crianças.

FTC multa Epic Games em 520 milhões de dólares por violar privacidade infantil

Na sentença completa, a Epic Games será multada em US$ 275 milhões por violar uma lei de proteção à privacidade nos EUA. No futuro, a empresa adotará configurações de privacidade estritas por padrão para usuários de jogos adolescentes.

Além disso, a FTC determina que a Epic pague US$ 245 milhões para compensar os consumidores pelos danos. A FTC acusa a empresa de usar os chamados “padrões escuros”, que induzem os consumidores a comprar conteúdo de jogo que não pretendiam.

epic-games-viola-privacidade-infantil-e-e-condenada

Lina Khan, presidente da Comissão de Comércio, afirmou que as configurações padrão da Epic Games violam a privacidade dos jogos. Além disso, ela também atrai consumidores, que incluem jogadores jovens e infantis.

A empresa usa interfaces de jogo enganosas. Por esse motivo, a FTC decidiu aplicar essa enorme multa à Epic Games. Essa multa vem logo após um processo contra a Microsoft. A FTC está tentando impedir que a Microsoft prossiga com sua massiva aquisição da Activision Blizzard por US$ 69 bilhões (cerca de R$ 359,00 bi).

Medidas para contornar a situação

A Epic Games aceitou a multa e afirma que banirá o sistema irracional de pagar para ganhar e pagar para obter progresso no jogo quando dois jogadores jogam um contra o outro. Ela também eliminará a mecânica de “caixa de pilhagem aleatória.

Além disso, a empresa apresentará uma caixa de seleção sim/não inconfundível para salvar as informações de pagamento dos jogadores. Para aqueles que sofreram prejuízos com as práticas antigas, a empresa oferecerá ressarcimento. Mas essas mudanças ainda não têm data para entrarem em vigor.

A Epic Games também tomará medidas importantes para proteger os usuários jovens. Por exemplo, a empresa adicionará funções de controle parental mais fáceis de usar. Inclusive, as crianças abaixo do limite de idade também terão um limite para gastos.

Todas essas medidas são uma tentativa de atender aos padrões da FTC. Com isso, a empresa deve evitar novas condenações do regulador.

Share This Article
Follow:
Jardeson é Mestre em Tecnologia Agroalimentar e Licenciado em Ciências Agrária pela Universidade Federal da Paraíba. Entusiasta no mundo tecnológico, gosta de arquitetura e design gráfico. Economia, tecnologia e atualidade são focos de suas leituras diárias. Acredita que seu dia pode ser salvo por um vídeo engraçado.