in

Estação Espacial Internacional adota o Debian Linux

Estação Espacial Internacional adota o Debian Linux. Neste artigo, aprenda mais sobre o porquê disso ter acontecido.

Debian precisa reavaliar interesse em "Init System Diversity"

Essa decisão não teve nada a ver com o Windows 8 ou com a falta de um botão Iniciar.

Mas relatórios da Linux Foundation confirmam que a Estação Espacial Internacional (ISS, sigla em inglês) abandonou o Windows em favor da implantação do Linux em suas máquinas.

A NASA adota o Debian Linux

O gerente da NASA para Operações de Computação no Espaço (SpOC), Keith Chuvala, disse:

Nós migramos funções importantes do Windows para o Linux porque precisávamos de um sistema operacional que fosse estável e confiável – um que nos desse controle interno. Então se precisássemos consertar, ajustar ou adaptar, nós poderíamos.

Estação Espacial Internacional adota o Debian Linux
Estação Espacial Internacional. Fonte: NASA.

Anteriormente, algumas das máquinas da ISS rodavam o Linux científico, um clone do Red Hat Enterprise Linux (RHEL).

Os astronautas agora usam o Debian. Assim, eles geralmente usam versões mais antigas por razões de estabilidade e resistência.

Juntamente com a instalação nos notebooks, a equipe da NASA está também trabalhando em um robô chamado Robonaut (R2).

Projetado para assumir algumas das responsabilidades dos astronautas, R2 foi o primeiro robô humanoide no espaço.

Ao rodar o Linux, o robô consegue ser manipulado pelos astronautas a bordo.

Treinamento para atividades perigosas

A Linux Foundation disse que ajudará os desenvolvedores da NASA para garantir que o R2 possa ser uma adição produtiva à ISS. O R2 executa tarefas perigosas ou mundanas para os astronautas em microgravidade.

Chuvala disse:

As coisas realmente ficaram claras depois que entendemos como o Linux vê o mundo, a interligação de como uma coisa afeta outra. Você precisa de uma cosmovisão. Eu tenho um pouco de experiência com o Linux, mas ver outros entendendo-o, isso foi animador.

No espaço, pelo menos ninguém consegue ouvir você gritar com o Windows 8…

Portanto, se gostou de saber que o Linux está agora na ISS, não deixe de compartilhar!

Com informações de Computer Weekly.

Leia também: Como a SpaceX usa o Linux para controlar seus foguetes e espaçonaves

Escrito por Leonardo Santana

Astrônomo amador e eletrotécnico. Apaixonado por TI desde o século passado.

Por que usar linha de comandos em 2019?

Por que usar linha de comandos em 2019?

Glimpse é um fork do Gimp

Glimpse é um fork do Gimp