Notícias

26/11/2021 às 07:00

7 min leitura

Avatar Autor
Por Claylson Martins

Estado da Alemanha torna-se open source e passa a usar Linux e LibreOffice

As melhores ofertas de software da Black Friday 2021: obtenha o Windows 10 Pro por 11€ e atualize para o Windows 11 Pro gratuitamente!

Todo mundo sabe que o Windows da Microsoft é o sistema operacional de desktop mais usado no mundo e isso deve continuar assim por um bom tempo. Praticamente todo o software é feito para Windows, a maioria dos computadores tem Windows instalado por padrão. No entanto, como sabemos, há alternativas gratuitas que podem funcionar muito bem e ajudar a economizar um bom dinheiro. Principalmente quando falamos em empresas ou governos. Sempre ponderando se vale apena fazer a migração em virtude da necessidade e custos. Às vezes pode valer mais a pena pagar para ter um funcionamento perfeito. Porém, não é assim que vem pensando alguns governantes mundo afora. Estado da Alemanha torna-se open source e passa a usar Linux e LibreOffice.

O uso de um sistema proprietário que também exige licença nem sempre é a melhor opção, algo que foi demonstrado quando países como a Coréia, Rússia e China foram movidos para Linux. Naquela época, um dos motivos foi o abandono do suporte ao Windows 7. As administrações de alguns países reconsideraram se valia a pena continuar usando o sistema operacional e softwares da Microsoft como o Office, e a resposta foi não. Agora, um estado alemão pretende dar um passo semelhante, como podemos ler neste artigo de Heise ou neste outro de The Document Foundation, empresa que desenvolve a suíte de escritório gratuita mais popular, ou seja, o LibreOffice.

Estado da Alemanha torna-se open source e passa a usar Linux e LibreOffice. Linux e software de código aberto em 25.000 computadores

Estado da Alemanha torna-se open source e passa a usar Linux e LibreOffice

O estado é Schleswig-Holstein e pode ser o primeiro de muitos. Em Heise, eles afirmam que o governo federal, junto com outros estados federais, tem desenvolvido software de código aberto para reduzir a dependência da administração de empresas como a Microsoft. Os planos estão sobre a mesa, mas por enquanto apenas Schleswig-Holsten dará o passo, e não será no curto prazo.

A intenção é substituir o Microsoft Office pelo LibreOffice e o Windows pelo Linux em cerca de 25.000 computadores para oficiais e funcionários do estado, incluindo professores. A transição ocorrerá em 2026. No entanto, além disso, eles também estão usando muito o Jistsi em suas comunicações, outro software de código aberto.

Mudanças como as mencionadas em países como Rússia, China e Coréia são pequenas, embora dois desses três países sejam grandes. Isso de um estado alemão não é um grande passo, mas a partir daí eles garantem que estão incentivando outros países, e também estão considerando o mesmo em Bremen, Hamburgo e Saxônia-Anhalt. E se toda a Alemanha seguir o mesmo caminho?

Quanto à distribuição do Linux que eles usariam, eles não deram detalhes. Eles dizem que há cinco que podem atendê-los, mas não darão mais detalhes até que estejam claros.

Bom para todos?

Bem, para usuários de Linux não é ruim. Quanto mais ele for usado, mais os desenvolvedores ficarão atentos a nós , embora eu duvide que a Microsoft lance seu Office para Linux em uma ação desesperada para reconquistar usuários perdidos. Deve-se ter em mente que, assim como o software que não está disponível atualmente, o mesmo ocorre com o software mal-intencionado e os ataques de usuários mal-intencionados. O Linux e o código aberto continuam dando pequenos passos à frente.

Via Linux Adictos

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão. Nas horas não muito vagas, professor, fotógrafo, apaixonado por rádio e natureza.

Últimos artigos

Newsletter

Receba nossas atualizações!

Newsletter

Receba nossas atualizações!
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.
×