in

Facebook suspende milhares de aplicativos

As consequências da Cambridge Analytica renderam dezenas de milhares de suspensões e proibições de aplicativos.

Facebook suspende milhares de aplicativos

O Facebook toma uma atitude drástica e suspende dezenas de milhares de aplicativos de 400 desenvolvedores. Esta é uma das consequências do caso da Cambridge Analytica. Isso faz parte da promessa de investigar aplicativos que tinham acesso a grandes quantidades de dados do usuário.

Isso não é necessariamente uma indicação de que esses aplicativos representam uma ameaça para as pessoas, disse Ime Archibong, vice-presidente de parcerias de produtos do Facebook.

Muitos não estavam ativos, mas ainda estavam em fase de teste quando os suspendemos. Não é incomum que os desenvolvedores tenham vários aplicativos de teste que nunca são lançados. E, em muitos casos, os desenvolvedores não responderam ao nosso pedido de informações. nós os suspendemos, disse Archibong.

Facebook suspende milhares de aplicativos e proíbe outros

Facebook suspende milhares de aplicativos

Em alguns casos extraordinários, o Facebook disse que proibiu alguns dos aplicativos mais suspeitos.

Isso pode acontecer por várias razões, incluindo o compartilhamento inadequado de dados obtidos de nós, disponibilizando-os publicamente sem proteger a identidade das pessoas ou qualquer outra coisa que viole claramente nossas políticas, disse Archibong.

De todos os aplicativos que ele tinha que proibir, o Facebook destacou um caso, de um aplicativo chamado myPersonality. O Facebook disse que o aplicativo compartilhava dados de usuários com pesquisadores e empresas e se recusava a participar de uma auditoria quando o Facebook adotou as novas táticas e o método de averiguação.

O executivo do Facebook disse que a empresa notificou os usuários nos casos em que houve abuso claro, junto com reguladores e formuladores de políticas.

Esforços desde 2018

O Facebook disse que seus esforços para proteger seu ecossistema de aplicativos após o escândalo da Cambridge Analytica em março de 2018 finalmente começaram a produzir resultados.

Enquanto inicialmente, os engenheiros do Facebook analisavam aplicativos que tinham acesso a uma grande quantidade de dados do usuário. Desde então, eles mudaram e evoluíram sua abordagem. Assim, agora podem detectar o uso indevido com base em sinais específicos.

Além disso, a empresa passa a ver o futuro de uma maneira positiva. Isto porque os desenvolvedores de aplicativos também tiram parte do fardo legal das costas do Facebook.

De acordo com o contrato do Facebook com a FTC, os desenvolvedores de aplicativos precisarão solicitar uma certificação anual de conformidade com as políticas do Facebook. Quem não cumprir esses requisitos poderá ser responsabilizado por abusos.

Fonte: ZDNet.

Escrito por Claylson Martins

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.

Como utilizar o Git com programação

Começando a utilizar o Git com programação

Google removeu duas extensões da Chrome Web Store por esquema de fraude de anúncios

Google removeu duas extensões da Chrome Web Store por esquema de fraude de anúncios