in

Facebook, Twitter e YouTube serão banidos da Rússia

O Parlamento Russo redigiu uma legislação contra os gigantes da tecnologia dos EUA.

Facebook, Twitter e YouTube serão banidos da Rússia

O governo da Rússia está observando algumas ações tomadas por alguns gigantes dos EUA, como YouTube, Twitter e Facebook. De acordo com um relatório, o governo russo pode até banir essas plataformas no país para garantir a segurança de seus usuários.

O Parlamento Russo redigiu uma legislação contra os gigantes da tecnologia dos Estados Unidos. Isso permitirá que os reguladores bloqueiem plataformas de mídia social como Facebook, Twitter e YouTube. Claro, isso vai acontecer se essas plataformas forem consideradas culpadas de censurar “o conteúdo do povo russo”.

Facebook, Twitter e YouTube serão banidos da Rússia

Com esta legislação, o parlamento pretende restringir algumas empresas. Isso parece estar realmente caminhando rápido para se tornar realidade. Afinal, a legislação já foi aprovada pela câmara baixa do parlamento. Se as empresas limitarem as informações com base no idioma/nacionalidade, enfrentarão as consequências de tais ações.

Facebook, Twitter e YouTube serão banidos da Rússia
O governo da Rússia está observando algumas ações tomadas por alguns gigantes dos EUA, como YouTube, Twitter e Facebook. Imagem: TayebMEZAHDIA | Pixabay.

A legislação atual passou pela Câmara e vai passar pelo Conselho da Federação agora. Essa é a última etapa antes de chegar à mesa do Presidente. Com base nisso, podemos dizer que essas plataformas estão muito próximas de uma nova realidade na Rússia.

Notícias afirmam que estas são apenas formalidades e o governo russo já aumentou o combate. Todavia, não se trata de uma ação isolada do governo russo. Isso parece estar se transformando em uma tendência.

O parlamento russo não tomará tais ações levianamente. Além disso, a câmara baixa afirma que outros sites que adotam as mesmas práticas sofrerão consequências semelhantes. Por enquanto, precisamos esperar e ver como essa situação vai piorar.

Por fim, caso queira ficar atualizado com as novidades do mundo da tecnologia, acompanhe as matérias no canal do Sempre Update no Telegram.

GizChina