Fedora Linux 37 deve parar de construir pacotes i686 sem utilidade

Claylson Martins
3 minutos de leitura

A última mudança a ser proposta para o lançamento do Fedora 37 no final deste ano está incentivando os mantenedores de pacotes a descartar pacotes x86 (i686) de 32 bits sem qualquer utilidade. Assim sendo, a nova versão do sistema operacional Linux Fedora 37 deve parar de construir pacotes i686 sem utilização.

A proposta envolve interromper a produção de pacotes i686 que não possuem qualquer tipo de utilização, como os leaf packages que não têm outras utilidades. Essa alteração não afetaria o suporte multilib ou pacotes i686 que são dependências de outros pacotes. O Fedora em relação ao x86 tem como foco versões em 64 bits por algum tempo, mantendo o suporte multilib e esse ainda seria o caso do F37 para satisfazer os gostos do Wine e do Steam.

Os mantenedores de pacotes são incentivados a interromper ativamente a construção de seus pacotes para i686, especialmente se o suporte a essa arquitetura exigir um investimento significativo de tempo ou recursos, sem nenhum benefício. 

Isso não se aplicará a pacotes que ainda dependem de outros pacotes i686, ou que são usados em um contexto “multilib” (ou seja, para executar aplicativos de 32 bits em x86_64).

Fedora 37 parece parar de construir pacotes i686 não usados

O Fedora não se concentrou no suporte de hardware x86 de 32 bits por um bom tempo. No entanto, continua construindo alguns pacotes i686. Muitos destes, sem qualquer utilização e podem ser endereçados para o ciclo Fedora 37, mantendo o suporte multilib.

Ao evitar a compilação de pacotes i686 extras sem utilidade, isso liberaria recursos da fase de compilação, tarefas do mantenedor de pacotes etc. encorajados a investigar a eliminação do suporte para i686 inteiramente, em vez de ter que investir tempo para corrigir ou contornar esses problemas, para muito pouco benefício para o Fedora. sai em i686.

Portanto, quem quiser mais detalhes sobre esta proposta de alteração do Fedora 37 deve consultar o link do Fedora Wiki.

Muitas novidades devem chegar ao Fedora 37

Fedora Linux deve focar no envio de versões “mínimas” por padrão de seus pacotes cURL.
Fedora Linux 37 deve parar de construir pacotes i686 sem utilidade

Tanto o curl e quanto a biblioteca cURL sejam mais comuns para uso de HTTP(S) e FTP. Porém, esse software também suporta uma infinidade de outros protocolos de rede. Então qual seria a motivação para o Fedora Linux deve focar no envio de versões “mínimas” por padrão de seus pacotes cURL? A resposta seria economizar espaço em disco por padrão e também expor seus pacotes cURL a menos bugs de segurança.

Uma proposta de mudança já faz parte do Fedora 37 que usaria os pacotes libcurl-minimal e curl-minimal por padrão. Os pacotes cURL “mínimos” possuem apenas suporte HTTP, HTTPS e FTP. Por outro lado, aqueles que precisam de outro suporte a protocolo de rede podem instalar libcurl-full e curl-full para todo o conjunto de suporte.

Via Phoronix

Share This Article
Follow:
Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão. Nas horas não muito vagas, professor, fotógrafo, apaixonado por rádio e natureza.