in

Funcionários do Facebook não estão felizes com Mark Zuckerberg

O CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, deixou clara a posição de sua empresa.

Departamento de Justiça dos EUA propõe nova legislação que responsabilizaria serviços por conteúdo nocivo postado pelos usuários
Gigantes sociais como o Facebook argumentam que não é responsabilidade deles serem os árbitros da verdade. Mark Zuckerberg. Imagem: Erin Scott | REUTERS.

O presidente dos EUA, Donald Trump, publicou um tweet que foi rotulado, mas o Facebook não censurou ou removeu sua postagem. O CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, deixou clara a posição de sua empresa, mas parece que isso não caiu muito bem com seus funcionários.

Assim, alguns funcionários do Facebook foram ao Twitter para expor suas queixas sobre como a empresa de mídia social havia lidado com o assunto.

Funcionários do Facebook não estão felizes com Mark Zuckerberg

De acordo com um relatório do The New York Times, os funcionários do Facebook organizaram uma “paralisação virtual” em protesto. Os funcionários tiraram o dia de folga e deixaram respostas automáticas de ausência temporária a mensagens de e-mail informando que estavam fazendo isso em protesto às ações da empresa.

Monika Bickert, vice-presidente de gerenciamento de políticas globais do Facebook, escreveu um post explicando a posição da empresa em muitas coisas, incluindo o post de Trump:

Não acreditamos que uma empresa privada de tecnologia como o Facebook deva examinar o que os políticos dizem no contexto de um debate político. Como é o caso dos tweets do presidente, o discurso de candidatos e funcionários eleitos é altamente examinado e debatido. Achamos que as pessoas devem ter permissão para ouvir o que os políticos dizem, se decidir e responsabilizar os políticos.

Funcionários do Facebook não estão felizes com Mark Zuckerberg
Foto: Chip Somodevilla.

Um relatório do site The Verge também destacou a postagem de outro funcionário:

Me deixa triste e francamente envergonhada. Espero que essa não tenha sido a avaliação final. Espero que ainda haja alguém em algum lugar discutindo como e por que isso está claramente defendendo a violência.

Fonte: Gadgets Now

Leia mais:

Twitter rotula os tweets de Trump como ‘potencialmente enganosos’ pela primeira vez

Facebook começará a verificar as identidades das contas virais

Facebook compra Giphy por US$ 400 milhões e integra serviço ao Instagram

Escrito por Leonardo Santana

Profissional da área de manutenção e redes, astrônomo amador, eletrotécnico e apaixonado por TI desde o século passado.

Navegador Edge da Microsoft já é lançado via Windows Update

Navegador Edge da Microsoft já é lançado via Windows Update

Hackers violaram uma das terceirizadas de TI da NASA

Hackers violaram uma das terceirizadas de TI da NASA