in

Godot Engine 4 ganha suporte aprimorado ao Linux

Veja os trabalhos realizados em torno do recurso.

Embora o mecanismo de jogo gratuito e de código aberto Godot Engine já tenha suporte para Linux, tanto para jogos exportados quanto para o editor completo, ele está definido para ficar ainda melhor no Godot 4.0. Assim sendo, o Godot Engine 4 ganha suporte aprimorado ao Linux.

Em uma postagem de blog escrita por Camille Mohr-Daurat, eles mencionaram como foram contratados pela equipe de Godot para trabalhar especificamente em consertos e melhorias para a versão Linux do Godot. Camille Mohr-Daurat é uma desenvolvedora independente que também usa Godot na Nekomatata, onde criou o único lutador de pingue-pongue Punch Pong. Portanto, este é um exemplo divertido real de código aberto em ação.

Então, o Godot 4.0 virá com um novo sistema de janelas, para que você possa separar partes do editor Godot Engine da janela principal. Grande parte do trabalho deles tem foco em garantir que funcione bem no Linux com X11. Assim, parece que há muito trabalho envolvido, porque há lugares onde o X11 não tem APIs para lidar com as coisas que ele faz em outras plataformas como Windows e macOS. É o caso, por exemplo, de arrastar e soltar entre janelas sendo um exemplo mencionado que eles tiveram que resolver diretamente.

Godot Engine 4 ganha suporte aprimorado ao Linux

Várias janelas podem ser muito úteis em uma configuração de vários monitores.

Outra possível mudança que eles estão discutindo depois de corrigir os problemas atuais na modernização de sua implementação usando o XCB, que é um substituto para o Xlib. Eles também confirmaram que o suporte ao Wayland está planejado em algum momento, como uma implementação separada do Display Server.

Já que Godot Engine é open source, é sempre muito interessante poder ver o que realmente acontece nos bastidores desses projetos enormes e complicados. A dedicação deles ao Linux e às plataformas cruzadas em geral também é grande, mostrando aos outros projetos como isso pode ser feito.

Por outro  lado, se você deseja saber mais sobre os projetos em andamento, consulte a postagem sobre isso aqui.