in

Google descobre falha que afeta Chrome e Firefox

O problema pode afetar outros softwares.

Google descobre falha que afeta Chrome e Firefox

O Google descobre uma falha de CPU para Geminilake que afeta pelo menos os navegadores  Firefox e o Chrome. Este problema na CPU resulta em falhas nos processadores Intel Geminilake. Pelo menos o Chrome e o Firefox são afetados. No entanto, parece que outros softwares também podem ser afetados, apenas que o Google possui recursos de engenharia suficientes para investigar o problema.

A equipe do Google Chrome recebeu “muitos” impossíveis “travamentos no Intel Gemini Lake, família 6 de CPUs modelo 122 Stepping 1 ” nos últimos meses. Essas falhas ocorrem no Chrome de 64 bits e abrangem várias versões do Chrome.

Google descobre falha que afeta Chrome e Firefox

Google descobre falha que afeta Chrome e Firefox

A própria equipe do Chrome teve dificuldade em reproduzir as falhas, mas recebeu relatórios suficientes do Gemini Lake que adicionaram uma solução alternativa no Chrome. A partir dos relatórios de erros, eles determinaram um padrão para as falhas e envolvem a leitura de bytes de instruções incorretos ao cruzar os limites selecionados de 16 bytes.

A solução alternativa do software está forçando o alinhamento de duas funções a estar no alinhamento de 32 bytes e parece ser suficiente para fazer o Chrome não travar mais nos processadores Gemini Lake.

O problema está sendo rastreado através deste relatório de erros desde maio. enquanto o código V8 foi alterado usando “__attribute__((__aligned__(32)))” foi mesclado em setembro.

O Firefox também estava acompanhando o mesmo problema com vários relatórios de erros de falhas no Gemini. A partir desse relatório de bug, o problema parece ter sido introduzido por uma atualização de microcódigo da CPU. Em relação ao Firefox, eles não parecem ter tomado nenhuma ação imediata para resolver o problema.

Portanto, para aqueles que estão enfrentando esse problema em outro software no Gemini Lake, alternar para as versões de 32 bits do software afetado é a solução mais fácil. No entanto, é preciso ter certeza que sua distribuição ofereça os referidos pacotes de 32 bits.

O Gemini Lake é o sucessor do SOC da Apollo Lake e consiste em vários produtos Celeron/Pentium Silver desde 2017 em vários dispositivos de baixa potência.

Fonte: Phoronix

Escrito por Claylson Martins

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.

scratux-linguagem-de-programacao-para-criancas-instalar-no-ubuntu-debian-fedora-centos-ou-opensuse

Scratux: Linguagem de programação para crianças, saiba como instalar no Ubuntu, Debian, Fedora, CentOs ou openSUSE!

como-instalar-o-teeworlds-no-ubuntu-fedora-debian-centos-e-opensuse

Como instalar o jogo Teeworlds no Ubuntu, Fedora, Debian, CentOS e openSUSE!