Notícias

10/01/2022 às 16:30

5 min leitura

Avatar Autor
Por Jardeson Márcio

Google escaneia Gmail e Google Drive em busca de material de abuso sexual infantil

O Google está buscando por desenhos que possam indicar algum tipo de abuso

Google escaneia Gmail e Google Drive em busca de material de abuso sexual infantil

Nos últimos anos, a internet foi tomada por conteúdos de cunho sexual e abusos, em muitos casos, sofridos por crianças. Os gigantes da Tecnologia estão tentando desenvolver mecanismos para ajudar as vítimas dos abusos, rastreando esse conteúdos de imagens e vídeos. No entanto, algumas empresas estão esbarrando na “privacidade” do usuário. Apesar disso, agora, o Google está fazendo uma varredura no Gmail e Google Drive em busca de material que possa indicar abuso sexual infantil.


Google busca por material que possa indicar abuso sexual infantil

As empresas não estão em busca apenas de fotos e vídeos explícitos de crianças menores de idade. Elas estão tentando encontrar e apagar de seus servidores. “Eles também procuram caricaturas que retratam atos gráficos envolvendo crianças, conforme revelado por um recente mandado de busca pedindo ao Google informações sobre um suspeito que supostamente possuía tais animações”.

google-escaneia-gmail-e-google-drive-em-busca-de-material-de-abuso-sexual-infantil
Imagem: Pplware

Esse tipo de conteúdo pode ser detectado pelos sistemas de material sexual anti-infantil (CSAM) do Google. A empresa reconheceu há muito tempo que seu código pode detectar o abuso infantil usando duas tecnologias. “A primeira usa software desenvolvido pelo YouTube que procura “hashes” de conteúdo ilegal anteriormente conhecido. Esses hashes são representações alfanuméricas de um arquivo, o que significa que um computador pode escanear arquivos dentro, por exemplo, de um e-mail do Gmail e alertará se houver um arquivo com o mesmo hash da foto ou vídeo ilícito. O Google também usa ferramentas de aprendizado de máquina para olhar os arquivos e analisá-los em busca de qualquer sinal de que sejam crianças abusadas”. 

Isso pode afetar alguns artistas que desenham ou retratam nus. Mas a lei em torno das imagens dos desenhos animados é redigida de forma a fornecer alguma proteção para qualquer pessoa que compartilhe animações de crianças envolvidas em conduta sexual em prol da arte ou da ciência.

google-escaneia-gmail-e-google-drive-em-busca-de-material-de-abuso-sexual-infantil
Imagem: Bebê Abril

Gmail e Google Drive

Como o Google não criptografa de ponta a ponta suas ferramentas de comunicação como o Gmail ou sua tecnologia de armazenamento de arquivos como o Drive, ainda é possível para a empresa de tecnologia verificar se há conteúdo ilegal. E como não tem planos de introduzir esses recursos, as autoridades ainda podem contar com o Google para avisar o NCMEC quando o abuso acontece em seus servidores. 

Quer a maioria dos usuários deseje que o Google escaneie as contas das pessoas para que possa ajudar a encontrar abusadores de crianças ou melhore a privacidade com criptografia de ponta a ponta, a empresa terá que lutar para manter esse equilíbrio.

Assim, Google e outras empresas precisarão lutar para que, a “privacidade” do usuário, não seja usada para favorecer esses abusos.

Via: Forbes

Jardeson é Mestre em Tecnologia Agroalimentar e Licenciado em Ciências Agrária pela Universidade Federal da Paraíba. Entusiasta no mundo tecnológico, gosta de arquitetura e design gráfico. Economia, tecnologia e atualidade são focos de suas leituras diárias. Acredita que seu dia pode ser salvo por um vídeo engraçado.

Mais lidas

Últimos posts

Newsletter

Receba nossas atualizações!

Newsletter

Receba nossas atualizações!
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.