in

Google oferece chaves de segurança Titan gratuitas para ajudar a proteger campanhas políticas

As chaves ajudarão a reduzir o risco de invasões.

Google oferece chaves de segurança Titan gratuitas para ajudar a proteger campanhas políticas
Imagem: Reprodução | Engadget.

Enquanto o Facebook mantém sua decisão de não proibir anúncios políticos falsos, o Google está indo para outra direção. Depois de proibir certos anúncios de política no ano passado, a empresa anunciou novos planos para ajudar a aumentar a segurança nas campanhas. Em parceria com a DDC (Defending Digital Campaigns), o Google distribuirá suas chaves de segurança Titan gratuitamente para grupos políticos.

Chaves de segurança Titan do Google

Campanhas políticas (principalmente nos EUA) mostraram múltiplas vulnerabilidades de segurança nos últimos tempos e, com apenas nove meses até o dia das eleições, as preocupações com hackers e perda de dados estão em alta. De fato, a democrata Brianna Wu anunciou recentemente que suas contas do Google foram invadidas por hackers.

Google oferece chaves de segurança Titan gratuitas para ajudar a proteger campanhas políticas
Campanhas políticas (principalmente nos EUA) mostraram múltiplas vulnerabilidades de segurança nos últimos tempos. Imagem: Wikimedia.

A natureza transitória das campanhas políticas significa que é menos provável que a segurança digital seja uma prioridade do que para organizações mais permanentes. Como tal, várias iniciativas surgiram para ajudar a resolver esse problema (a própria DDC já oferece as YubiKeys com preço reduzido para aqueles com quem a organização se envolve). No entanto, a parceria com o Google vai mais longe. Além disso, ela fornecerá ajuda e conselhos ativos para que as chaves sejam configuradas e usadas com eficiência.

Até agora, empresas digitais como Facebook e Google têm desempenhado papéis importantes na limitação de informações erradas em torno de eventos políticos. Essa mudança do Google (ainda que pareça um truque de relações públicas) pode ter um impacto real se isso significa que as equipes não precisam usar senhas ou confiar em seus dispositivos pessoais para acessar informações confidenciais. No que está se configurando para ser uma eleição altamente controversa, esse nível básico de segurança será vital.

Fonte: Engadget

Caso queira acompanhar mais assuntos sobre Linux, Android, hardware, programação e ficar antenado no mundo da tecnologia, fique à vontade para entrar no grupo do Sempre Update no Telegram.