in

Gisto: um gerenciador de trecho de código, saiba instalar no Ubuntu, Fedora, Debian, CentOS e openSUSE!

Aplicativo de desktop para gerenciamento de snippets de plataforma cruzada!

instalar-gisto-gerenciador-de-trecho-de-codigo-no-ubuntu-fedora-debian-centos-e-opensuse

Gisto é um poderoso gerenciador de trechos de códigos, ele roda no GitHub Gists, adiciona novos recursos como pesquisar, marcar, compartilhar gists. Além disso, ele inclui um editor de código super avançado. Hoje, saiba como instalar o Gisto no instalar no Ubuntu, Linux Mint, Fedora, Debian, CentOS e openSUSE.

Vale ressaltar, que todos os seus dados serão armazenados no GitHub e você pode acessá-los também através do GitHub Gists, quando e onde desejar. E todas as suas alterações serão enviadas para o Gisto.

Gisto: um gerenciador de trecho de código, saiba instalar no Ubuntu, Fedora, Debian, CentOS e openSUSE!

O editor incluso no Gisto é o Mônico, um conhecido nosso por ser de código aberto. E o melhor, possui suporte ao Emmet e muitos outros recursos. E não é só isso, você também pode marcar Gists com tags personalizadas, e assim, conseguir achar tudo rapidinho.

Para isso, basta adicionar uma hashtag ao título do snippet e pronto, tudo feito. O surgimento do Gisto, deu-se pelo fato da ausência de uma solução que destacasse a sintaxe de snippet de código sincronizado com a nuvem.

Assim, o Gisto pode é uma ótima opção para que trabalha por ele ou pelo GitHust Gists, pois ambas alterações realizadas em qualquer um destes ambientes entraram em total sincronismo, e assim você não perde nada.

O Gisto é desenvolvido por dois desenvolvedores que usam seu tempo livre e o seu desenvolvimento deu-se com o uso de vários projetos de código aberto como React, Electron, Editor Monaco e muitos outros.

Gisto: um gerenciador de trecho de código, saiba instalar no Ubuntu, Fedora, Debian, CentOS e openSUSE!

Alguns recursos do Gisto que os desenvolvedores gostam de destacar:

Recursos:

  • Busca Avançada
  • Login corporativo
  • Tag
  • Destaque de sintaxe
  • Agrupando por idioma
  • Ações rápidas de snippet
  • Copiar para área de transferência
  • Copiar o conteúdo do arquivo para a área de transferência
  • Abra em ferramentas externas como plunkr, jsbin, carbon.now.sh, jsfiddle, etc.
  • Configurações do editor
  • Alterador de cores do tema
  • Arraste e solte para criar arquivos
  • Comentários
  • Aplicativo web
  • Código aberto

Pré-visualização de:

  • Visualização de remarcação (com emoji)
  • Pré-visualização do AsciiDoc
  • Visualização de CSV e TSV
  • Visualização do GeoJSON
  • Visualização de imagens (somente leitura, enviada por git)
  • Visualização de PDF (somente leitura, enviada por git por git)

Gisto: um gerenciador de trecho de código, saiba instalar no Ubuntu, Fedora, Debian, CentOS e openSUSE!

Caso você queira mais informações, saiba que há uma documentação que pode ajudar, acesse o link abaixo:

Documentação do Gisto App

Neste tutorial: Como instalar o Gisto no Ubuntu, Fedora, Debian, CentOS e openSUSE, utilizando pacote Snap!

Instalando o Gisto no Ubuntu e derivados!

Para instalar o Gisto no Ubuntu 19.04, Ubuntu 18.04, Ubuntu 18.10, Ubuntu 16.04 ou superior, execute o comando abaixo:

sudo snap install gisto

Instalando o Gisto no Fedora e derivados!

Para instalar o Gisto no Fedora, execute os comandos abaixo. Lembrando que caso você já tenha o suporte ao Snap habilitado no Fedora, pule para o passo 3, o de instalação do pacote:

Passo 1 – Instalar o Snapd:

sudo dnf install snapd

Após executar o comando acima, lembre-se encerrar a sessão ou reiniciar o computador! Em seguida, vamos criar um link simbólico para ativar o suporte ao Snap clássico:

Passo 2 – Criar link simbólico:

sudo ln -s /var/lib/snapd/snap /snap

E agora, vamos executar o comando para instalar o Gisto no Fedora ou derivados:

Passo 3 – Instalar o pacote de software:

sudo snap install gisto

Instalando o Gisto no Debian e derivados!

Para instalar o Gisto no Debian, execute os comandos abaixo. Caso você já tenha  Snap ativado e habilitado no seu Debian, pule para o passo 2, que seria da instalação:

Passo 1 – Atualizar os repositório e instalar o Snapd:

apt update
apt install snapd

E agora, vamos executar o comando para instalar o Gisto no Debian ou derivados:

Passo 2 – Instalação do Software:

sudo snap install gisto

Instalando o Gisto no CentOS e derivados!

Para instalar o Gisto no CentOS, execute os comandos abaixo. Vamos utilizar o repositório EPEL. Caso você já tenha o repositório adicionado pule para o passo 2.

Nota:Vale lembrar que uma vez que você adicione o  repositório e habilite o suporte ao Snap no CentOS, você não precisará mais fazer isso sempre que for instalar um pacote Snap.

Passo 1 – Adicionar o repositório de software EPEL ao CentOS:

sudo yum install epel-release

Passo 2 – Instalar o pacote responsável pela compatibilidade com pacotes Snap. Caso você já tenha o suporte habilitado no CentOS para o Snap, pule para o passo 5, o de instalação do Software:

sudo yum install snapd

Passo 3 – Habilitar o serviço no sistema:

sudo systemctl enable --now snapd.socket

Passo 4 – Ativar o suporte ao Snap clássico vamos criar um link simbólico:

sudo ln -s /var/lib/snapd/snap /snap

Passo 5 – Agora, vamos executar o comando para instalar o Gisto no CentOS ou derivados:

sudo snap install gisto

Instalando o Gisto no openSUSE e derivados!

Para instalar o Gisto no openSUSE, execute os comandos abaixo. Vamos utilizar um repositório. Caso você já tenha o suporte ao Snap instalado e habilitado no openSUSE, pule para o passo 5:

Passo 1 – Adicionar repositório:

Para openSUSE 15.0:

sudo zypper addrepo --refresh https://download.opensuse.org/repositories/system:/snappy/openSUSE_Leap_15.0 snappy

Para openSUSE 15.1:

sudo zypper addrepo --refresh https://download.opensuse.org/repositories/system:/snappy/openSUSE_Leap_15.1 snappy

Para openSUSE Tumbleweed:

sudo zypper addrepo --refresh https://download.opensuse.org/repositories/system:/snappy/openSUSE_Leap_15.0 snappy

Nota: Caso você esteja utilizando uma versão diferente das propostas no momento da escrita deste artigo, basta trocar o final do link pela versão correspondente!

Passo 2 – Agora, vamos importar a chave do repositório e em seguida atualizar a nossa fonte de softwares:

sudo zypper --gpg-auto-import-keys refresh
sudo zypper dup --from snappy

Passo 3 – Vamos instalar o Snapd, e em seguida você precisa reiniciar a máquina para poder continuar:

sudo zypper install snapd

Passo 4 – Agora que você reiniciou a sua máquina, vamos habilitar e iniciar o serviço do Snap, a partir de agora, sempre que você precisar instalar um pacote Snap, basta ir direto para o comando de instalação:

sudo systemctl enable snapd
sudo systemctl start snapd

Caso você esteja usando a versão Tumbleweed, execute o comando abaixo:

sudo systemctl enable snapd.apparmor
sudo systemctl start snapd.apparmor

Passo 5 – E por fim, execute o comando de instalação do Gisto:

sudo snap install gisto

É isso, esperamos ter ajudado você a instalar o Gisto no Linux!

Escrito por Emanuel Negromonte

Fundador do SempreUPdate. Acredita no poder do trabalho colaborativo, no GNU/Linux, Software livre e código aberto. É possível tornar tudo mais simples quando trabalhamos juntos, e tudo mais difícil quando nos separamos.

O Google usará Inteligência Artificial para otimizar a frequência com que os usuários veem anúncios

O Google usará Inteligência Artificial para otimizar a frequência com que os usuários veem anúncios

Ubuntu corrige mais três falhas de segurança

Como remover PPAs em distribuições baseadas no Ubuntu