in

Intel fala sobre o Icelake na Computex 2019

Intel Gallium3D obtém outra otimização de desempenho em torno da vetorização de IO.

Na palestra da Intel na Computex, Icelake foi o assunto principal de sua apresentação. As CPUs móveis Icelake não estão sendo entregues agora. Porém, dizem que serão lançadas neste verão. Então, na Computex 2019 a Intel fala sobre o Icelake.

Um dia após os grandes anúncios Zen 2 e Navi da AMD, a Intel falou sobre os pontos de venda da Icelake.

Os destaques da Intel que fala sobre o Icelake na Computex 2019 resumem-se basicamente a:

 

  • Icelake será conhecido como 10th Generation Core;
  • Icelake ainda será oferecido em até quatro designs core/eight thread até 4.1GHz max turbo frequency;
  • Os TDPs em peças móveis Icelake variam de 9 a 28 Watts;
  • Os gráficos Gen11 no Icelake ainda estão sendo anunciados como 1 TeraFLOP de potência computacional com até 64 unidades de execução;
  • A Icelake apresentará uma nova PCH (14nm) que fornece WiFi 6, seis portas USB 3.1, DSP de áudio quad-core, 16 pistas PCIe Gen 3, portas SATA 6Gbps e eMMC 5.1;
  • A Intel ainda está buscando o Projeto Athena como uma especificação atualizada anualmente que é um “programa abrangente de inovação” em torno da duração da bateria, desempenho/capacidade de resposta, fator de forma e outros critérios para atender a essa avaliação emblemática da Intel;
  • Os primeiros laptops com Icelake devem ser enviados neste verão.

 

Detalhes adicionais sobre isso no link Intel.com.

Intel Gallium3D obtém outra otimização de desempenho em torno da vetorização de IO

O driver Intel Gallium3D viu outra otimização de desempenho agora incorporada no código de desenvolvimento do Mesa 19.2 para sua versão estável no próximo trimestre.

Novo no driver Intel Iris Gallium3D é o suporte para vetorizar seu IO. Em alguns testes gráficos com gráficos Skylake GT4  foi capaz de melhorar o desempenho em cerca de 9%, porém em outros casos, menos de 1%. A grande melhoria no desempenho veio quando esta vetorização de IO foi capaz de ajudar na eliminação de todos os derramamentos nos shaders.

O desenvolvedor líder do Intel Gallium3D, Kenneth Graunke, adicionou a re-vetorização do suporte ao IO do shader ao código do rastreador de estado Mesa NIR para os drivers que querem re-vetorizar seu IO do shader após as otimizações variadas serem concluídas. E, em seguida, lançando o suporte para vetorizar o IO para o driver Intel Gallium3D.

O driver Intel Gallium3D já vem apresentando desempenho praticamente igual ao de seu clássico driver OpenGL Mesa, pelo menos até o momento em que o Mesa 19.2.0 será lançado em agosto. Será interessante ver como esse driver GL de código aberto funciona para a geração atual da Intel.

A Intel ainda quer que esse driver Gallium3D seja sua solução Linux OpenGL padrão até o final do ano. Considerando suas otimizações quase diárias, parece bom chegar a esse ponto o quanto antes.