in

Intel lança processadores Core e Atom x6000E Series de 11ª geração

Os processadores têm como objetivo trazer mais computação para aplicativos de ponta.

A Intel lançou dois novos processadores IoT industriais em seu Intel Industrial Summit, bem como designs de referência de hardware e software de computação de ponta voltados para casos de uso específicos. Os processadores Intel Core e Intel Atom x6000E Series de 11ª geração têm como objetivo trazer mais computação para aplicativos de ponta.

A empresa também esboçou um hub (Edge Software) incluindo projetos de referência específicos para casos de uso, ferramentas de personalização e pacotes de contêineres reutilizáveis para varejo, indústria, análise preditiva e visão computacional.

Intel lança processadores Core e Atom x6000E Series de 11ª geração

John Healy, vice-presidente do Intel’s IoT Group, disse:

O impacto comercial da IA nas cargas de trabalho de ponta e de visão é uma área de crescimento incrível.

A Intel pretende criar um ecossistema para IoT industrial habilitado por 5G. A Qualcomm lançou processadores de computação de ponta e designs de referência de hardware com sua conectividade 5G. O jogo da Intel será mais sobre as implantações 5G privadas; bem como o uso da rede pública.

Intel lança processadores Core e Atom x6000E Series de 11ª geração
A Intel lançou dois novos processadores IoT industriais em seu Intel Industrial Summit. Imagem: Intel.

Healy acrescentou que a estratégia de IoT industrial da Intel gira em torno da criação de pacotes que podem ser implantados rapidamente e ajustados para casos de uso. Healy disse:

Pense nisso como uma pilha de ativos completa com designs de referência, ferramentas, aceleração, aplicativos e conectividade.

A Intel tem mais de 200 parceiros envolvidos em novos designs para computação de ponta. Além disso, os processadores Intel Atom x6000E Series são projetados para oferecer suporte a gráficos e processamento de mídia em um formato compacto.

Alguns detalhes incluem: Intel UHD Graphics com 16 ou 32 unidades de execução; codificação e a decodificação de vídeo ganham com a capacidade de suportar três monitores independentes com imagens ricas; Intel Time Coordinated Computing com rede integrada de 2,5 Gigabit Ethernet; memória LPDDR4-3200 de 16 GB com suporte para Windows 10 Pro.

A família de processadores Intel Core de 11ª geração tem melhorias de IoT, como temperaturas estendidas, ferramentas de segurança e rede e computação em tempo real.

Os detalhes incluem: Thunderbolt 4; USB 4; PCIe 4; 4 núcleos escalonáveis (12/15/28 W); Intel Iris X Graphic com 96 unidades de execução; suporte para 4 monitores independentes; suporte para Windows 10 IoT Enterprise, Linux, VxWorks, KVM e outros.

Fonte: ZDNET

Intel traz processadores de 11ª geração para Chromebooks

Qualcomm desafia Intel com seu processador Snapdragon 8cx Gen 2 5G

Intel lança nove processadores Tiger Lake de 10 nm