in

JS Paint, um substituto ao Paint que roda no navegador

Além de ser bem parecido com o Paint original, o JS Paint traz várias funcionalidades adicionais. Conheça o JS Paint, um substituto ao programa clássico da Microsoft.

Fazer desenhos, editar fotos, redimensionar imagens são algumas das funções presentes em programas pagos como os da Adobe (Photoshop, Illustrator etc) e gratuitos como Gimp, Inkscape e outros tanto nas plataformas Windows quanto Linux. Os usuários de Windows certamente sentiram falta do tradicional Paint, que estava presente no Sistema Operacional desde o W95. Apesar das limitações, foi um programa de desenho que serviu para divertir e libertar a criatividade (ou a falta dela). Agora, o clássico programa que foi descontinuado no W10 está de volta em um, digamos, ‘fork’ que roda no navegador. O JS Paint traz mesmas funções de programa clássico da Microsoft.

Funcionalidades de JS Paint

O JS Paint não é um programa oficial da Microsoft mas roda de forma muito semelhante. Ele possui muita coisa em comum com o original: desde as ferramentas clássicas até os menus originais. Ele basicamente consiste apenas em uma caixa de ferramentas, um seletor de cores e uma tela em branco. O resto fica por conta da imaginação.

Além disso, o criador do programa rompeu algumas limitações do programa original. Esta versão é capaz de editar imagens transparentes. Além disso, não temos a limitação de desfazer apenas três ações, e o limite é definido pela memória do nosso sistema. O JS Paint funciona bem em qualquer navegador moderno.

JS PAINT

Em tempo: a Microsoft repaginou o programa e lançou o Paint 3D, com mais funcionalidades, pincéis e ferramentas inéditas. Com ele, segundo a empresa, é possível criar obras-primas 2D ou modelos 3D.

 

8 bit win GIF by Feliks Tomasz Konczakowski

Escrito por Claylson

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.

Comando ifconfig não funciona no Debian 9 “Stretch”

Gerenciador de pacotes para KDE Plasma é atualizado para Debian, Ubuntu e derivados