in

Kernel GNU Linux-libre 5.4 lançado

Ele chega na esteira do Kernel 5.4 anunciado por Linus Torvalds.

Lançado kernel GNU Linux-Libre 5.8

Apenas algumas horas após Linus Torvalds lançar o Linux 5.4, o pessoal da GNU que mantém o “GNU Linux-libre” lançou seu kernel v5.4. Assim, a equipe mantém a promessa de construir o mais rápido possível uma versão limpa do Kernel. Eles garante, por exemplo, que nenhum firmware ou microcódigo proprietário possa ser carregado pelos drivers nem suporte para carregamento fechado fonte de módulos do kernel. Portanto, o Kernel GNU Linux-libre 5.4 lançado logo após a versão “oficial” do Kernel de Linus.

Além das atividades de desobstrução, não há outras alterações no kernel, porém, apenas buscando um kernel Linux 100% livre de software. O próprio Linux 5.4 traz uma longa lista de novos recursos.

O que esperar do Kernel GNU Linux-libre 5.4 lançado?

Kernel GNU Linux-libre 5.4 lançado

Quanto ao GNU Linux-libre 5.4-gnu, o driver Intel Ethernet E800 teve que ser desblobado e outros drivers existentes atualizados.

Alexandre Oliva escreveu em seu anúncio:

As fontes e tarballs do GNU Linux-libre 5.4-gnu estão agora disponíveis em
http://www.fsfla.org/selibre/linux-libre/download/releases/5.4-gnu/. Ele não exigiu nenhuma alteração de deformação desde -rc7-gnu, a primeira publicado rc-gnu. Os binários estão a caminho. A maior parte das mudanças no deblob-check deste ciclo tem a ver com um tentativa de ampliar os possíveis padrões de nomes de firmware, o que levou à adição de matchers para muitos falsos positivos. Não pude concluí-lo neste ciclo, mas deixei os novos falsos positivos no lugar, e um comentário WIP ao lado do padrão de nome de firmware em potencial indicando o que eu estava chegando. Contribuições são bem-vindas.

Havia apenas um novo driver que exigia deblobbing, ou melhor, desativação do carregamento de blob: um driver Ethernet para Intel Ethernet Connection E800 Series. Vários outros drivers precisavam de ajustes para atender principalmente aos nomes atualizados dos blobs, mas também ao movimento ocasional do código: safexcel, amdgpu, i915, i2400m, i1480u, nitrox, r8169, touchscreen_dmi e skylake sound. Os últimos remanescentes do driver netx foram removidos e, portanto, o deblobbing correspondente também pode ser eliminado.

O kernel abençoado pelo Projeto GNU pode ser baixado do FSFLA.org.

Escrito por Claylson Martins

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.