in

Kodi 18 terá suporte para DRM e TV

Kodi 18 terá suporte para DRM e TV

O Kodi (anteriormente conhecido como XBMC) é um premiado centro de software de código aberto (GPL) para reproduzir vídeos, músicas, imagens, jogos e muito mais. Agora,  o software acaba de anunciar o primeiro  Release Candidate da versão 18. Entre outras coisas, o Kodi 18 terá suporte para DRM e TV.

Ele permite que os usuários reproduzam e visualizem a maioria dos vídeos, músicas, podcasts e outros arquivos de mídia digital, incluindo programas de TV, PVR e TV ao vivo.

Características

Este centro multimídia possui design personalizável e opções de reprodução limpas. Ele também tem complementos, máscaras, compatibilidade com UPnP, interfaces web, suporte a controle remoto e muito mais.

O projeto Kodi é gerenciado pela Fundação XBMC sem fins lucrativos e desenvolvido por voluntários localizados em todo o mundo.

O Kodi roda em Linux, MacOS, Windows, iOS e Android.

Kodi 18 RC1

Após vários meses, os desenvolvedores da Kodi anunciaram esta primeira versão RC. Portanto, estamos mais perto de receber o que será a versão estável da aplicação.

O primeiro RC do Kodi 18  foi lançado conforme o previsto. Ele traz consigo todo o trabalho realizado pelos desenvolvedores nos últimos dois anos.

As mudanças em relação ao beta 5 anterior são mínimas. Mais uma vez, a atenção dos desenvolvedores foi reservada para otimizar e resolver os problemas mais recentes encontrados. Porém, podemos destacar:

Biblioteca musical

A seção de músicas implementou muitas melhorias. As mudanças devem agradar aqueles que se importam muito em ter uma biblioteca de músicas limpa.

Ao analisar o código e as opções de escaneamento, observa-se que foi refeito de forma mais estruturada.

O que há de novo é que, assim como a música, agora também podemos usar os rótulos incorporados em vez dos nomes dos arquivos para preencher a biblioteca.

Compatibilidade com o Python 2 e 3.

Atualmente, o Kodi inclui o Python 2.7 para executar complementos escritos na linguagem de programação citada. Do mesmo modo, os desenvolvedores anunciaram um plano para implementar totalmente o Python 3 durante o próximo ano.

Isso significa que quando o Kodi 19 for lançado, ele só funcionará com complementos compatíveis com essa linguagem de programação.

No entanto, esta não será uma tarefa fácil. O problema é que o Python 3 não é compatível com versões anteriores. Portanto, a mudança requer um esforço adicional por parte dos desenvolvedores para implementá-lo. Só podemos esperar que o Kodi 19 não tenha problemas com os add-ons quando for publicado.

Retroplayer

Kodi 18 terá suporte para DRM e TV

O Kodi sempre teve a opção de usar vários add-ons e emuladores. Porém, com o Kodi 18, muitos sistemas são agora compatíveis.

Emuladores integrados são baseados no sistema multi-core Libretro, que muitos conhecem como RetroArch.

Os primeiros emuladores já são utilizáveis e já não precisam ser instalados sistemas externamente. Então, Atari, Sega, Sony, Nintendo e outros podem ser selecionados e instalados diretamente para os perfis correspondentes.

Após a instalação, esses complementos não aparecerão na seção de jogos. Em vez disso, você passa pelo gerenciador de arquivos e depois seleciona uma ROM lá.

O emulador é reconhecido e iniciado. É claro que nem todos os tipos de ROM estão incluídos, já que os emuladores não são ilegais. No entanto, os arquivos ROMs e BIOS são geralmente incluídos.

O Retroplayer junto com o gerenciador de entrada torna o Kodi com vários controles remotos muito melhor. Assim, o usuário terá uma experiência plug and play.

Painel de configuração aprimorado

Kodi 18 não trará mudanças drásticas em sua interface de usuário. No entanto, há uma mudança significativa, mas sutil, no menu de configuração do Kodi.

Neste novo RC, você encontrará novos controles e uma interface simplificada. E você também verá uma pequena descrição estendida na parte inferior da interface. A descrição explica o que cada opção faz.

Kodi no Linux

O Kodi 18 para Linux também ganhou algumas novidades. Houve muitas implementações de código para executar o Kodi na variedade de dispositivos existentes. Para reduzir a carga de manutenção deste código, um caminho geral foi escolhido: GBM (Generic Buffer Manager) e V4L2 (Video for Linux).

Com isso, apenas uma pequena parte do código inicial é necessária para obter a execução em dispositivos. Assim, mesmo em dispositivos mais novos, o código seria executado imediatamente quando o kernel do Linux os suportasse.

Mais informações

A partir de agora, todos os usuários são convidados a experimentar a versão Release Candidate. Esta é a chance de encontrar novos problemas que podem ser corrigidos antes do lançamento da versão definitiva. Mais detalhes, clique nos botões abaixo:

Kodi 18 RC 1

Kodi Wiki

 

Escrito por Claylson Martins

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.

Gitea, um servidor Git que promete soluções de hospedagem

Gitea, um servidor Git que promete soluções de hospedagem

Proton 3.16-7 chega com atualizações para DXVK e novo FAudio

Wine 3.21 foi lançado com melhorias no suporte a joystick e Android Graphics