in

Lançamento do Kernel Linux 5.7-rc5

Veja os destaques do novo kernel.

Kernel Linux 5.11 RC3 lançado

Neste final de semana, como de costume, Linus Torvalds fez o anúncio habitual do lançamento de mais uma versão do Kernel, desta vez, o Linux 5.7-rc5 como a mais recente versão. Até agora, desde o primeiro release candidate, o desenvolvimento do Linux 5.7 tem sido agradavel e surpreendentemente calmo, além de quase tediosamente regular, como observado por Torvalds.

Mesmo com tanta tranquilidade, contudo, o Linux 5.7-rc5, possui mais correções do que os recentes candidatos a lançamentos semanais. Além disso, esta é considerada uma versão maior em relação a outros Releases Candidates de numeração 5 nos últimos anos. Entretanto, mesmo com a atividade aumentando, Linus afirma que não está preocupado.

Lançamento do Kernel Linux 5.7-rc5

Lançamento do Kernel Linux 5.7-rc5

Linus observou no anúncio 5.7-rc5:

Vamos ver o que as próximas semanas trazem, mas, pelo menos por enquanto, tudo parece normal, e como se a versão 5.7 estivesse seguindo bem. Portanto, continue testando e se você ainda não ousou um kernel de pré-lançamento 5.7, estamos a postos (…) as coisas parecem calmas e seguras para testar. Desafio todos vocês a me provar que estou errado. Vá em frente.

Então, o Linux 5.7 deve estrear por volta do início de junho, se tudo correr bem. Do mesmo modo, consulte abaixo um resumo dos recursos já conhecidos do novo Kernel previsto para estrear no próximo mês.

Processadores:

  • O driver Intel P-State agora usa um padrão de governança Schedutil no modo passivo (não HWP), graças ao suporte de invariância de frequência ao schedutil;
  • Preparativos para apoiar o SoC RISC-V Kendryte K210;
  • Suporte para o Qualcomm Snapdragon 865;
  • Muitos novos dispositivos ARM são suportados, incluindo o Pine Tab, o PineBook Pro e outros;
  • Atualizações da tecnologia Intel SpeedSelect;
  • Autenticação de ponteiro no kernel no ARM64;
  • Suporte de VM convidado seguro/protegido nas arquiteturas IBM s390 e POWER;
  • Melhor suporte à CPU/plataforma Loongson 3;
  • Uma correção de execução especulativa para CPUs C-SKY;
  • Rastreamento de pressão para sistemas sobrecarregados termicamente para melhor posicionamento das tarefas nos núcleos da CPU aquecidos;

Gráficos de código aberto:

  • Os gráficos Intel Tiger Lake agora estão ativados por padrão com os gráficos “Gen 12”, agora considerados estáveis ??o suficiente para fornecer pronto para uso;
  • Suporte de enorme página DRM TTM para melhorar inicialmente a experiência VMWGFX, mas também outros drivers;
  • Alguns erros desagradáveis ??com Nouveau esclarecidos;
  • Melhor suporte para decodificação de vídeo Meson;
  • Atenuação de segurança do Intel iGPU Leak para o antigo hardware Gen7/Gen7.5;
  • Suporte de painel HDR/OLED em AMDGPU;
  • Correções para o novo hardware Renoir;
  • A VMware VMWGFX pilha driver gráfico foi preparando apoio 4.x OpenGL;

Sistemas de arquivos/armazenamento:

  • IO_uring melhorias para esta interface de E/S Linux muito promissora;
  • O novo driver do sistema de arquivos exFAT que substitui o driver exFAT na área de preparação que já existia há algumas versões. Este novo driver exFAT está em muito melhor forma e é mantido ativamente pela Samsung;
  • Compactação Zstd para o sistema de arquivos F2FS;
  • O XFS está se preparando para suporte de reparo on-line e outras melhorias subjacentes;
  • Melhorias de desempenho para Ceph;
  • Suporte de OverlayFS com VirtIO-FS na parte superior;
  • Preparando-se para suporte a dispositivos em zonas no Btrfs.