in

LG atualiza webOS Open Source Edition para versão 2.1

Sistema usado em TVs inteligentes é baseado em Linux.

LG atualiza webOS Open Source Edition para versão 2.1

Foi lançado no final de outubro, com pouco alarde, o webOS Open Source Edition 2.0, o sistema operacional Linux de código aberto atualmente em desenvolvimento pela LG para uso em suas TVs inteligentes e outros produtos digitais. Com o webOS Open Source Edition 2.0, eles começaram a focar em automóveis e outros possíveis casos de uso. Isso foi estendido pelo lançamento desta semana do webOS OSE 2.1. Portanto, a LG atualiza webOS Open Source Edition para versão 2.1.

O WebOS Open Source Edition é a versão de código aberto deste sistema operacional Linux que agora é controlada pela LG Electronics nos últimos anos. Este é o sistema operacional desenvolvido na Palm uma década atrás, antes de ser adquirido pela HP. A edição inicial de código-fonte do webOS foi lançada no ano passado, enquanto essa segunda parcela chegou no final de outubro.

LG atualiza webOS Open Source Edition para versão 2.1

Com o webOS Open-Source Edition 2.0, os recursos foram estendidos de olho na indústria automotiva, empregando agora o Smack para maior segurança, suporte a vários monitores, nova UI/UX, melhor conectividade Bluetooth,  WiFi e SoftAP e outras alterações. O WebOS Open-Source Edition 2.0 também está usando o Raspberry Pi 4 como plataforma de hardware de referência.

Além de melhorar sua UI/UX e outros componentes de nível superior, o webOS Open-Source Edition 2.0 foi atualizado para o Qt 5.12, Chromium 72 e outros novos componentes. Mais detalhes sobre o novo lançamento do webOS de código aberto no WebOSOSE.org.

Com o lançamento desta semana do webOS Open-Source Edition 2.1, o sistema de registro padrão mudou para o journal do systemd, agora há suporte ao teclado virtual japonês e correções de regressões no webOS OSE 2.0.

Os destaques deste release são os seguintes:

LG atualiza webOS Open Source Edition para versão 2.1

Para mais detalhes sobre esta versão, consulte as notas da versão.

Mais detalhes de 2.1 através do anúncio.

Escrito por Claylson Martins

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.

Twitter permite desabilitar SMS para autenticação

Twitter permite desabilitar SMS para autenticação

Google está trazendo o recurso Smart Compose do Gmail para o Google Docs

Google está trazendo o recurso Smart Compose do Gmail para o Google Docs