in

Linux é o recurso mais importante do Windows 10 20H1

Recurso já está disponível para alguns usuários do Windows e dá início a uma junção dos dos sistemas.

É hora de abandonar o Windows? Nunca foi tão fácil usar Linux

Parece que o dia da completa simbiose entre Linux e Windows está chegando. Isto porque a Microsoft acaba de anunciar que já está dando os retoques finais na próxima versão do Windows 10. Ela é também conhecida como Atualização do Windows 10 de maio de 2020, versão 20H1 ou 2004 e o Linux é o recurso mais importante que está presente.

Um grupo de insiders que estão no ringue de pré-visualização receberá o que seria a versão final, antes do lançamento oficial para todos os usuários em maio próximo. Esta é uma atualização relativamente pequena nos recursos, embora repleta de otimizações e correções de bugs. No entanto, uma de suas notícias mais impressionantes, ou talvez a mais impressionante, tenha a ver com o Linux.

Linux é o recurso mais importante do Windows 10 20H1

Esta próxima atualização do Windows 10 trará algumas novidades com a Cortana, algumas melhorias na pesquisa, o sistema redefinido a partir da nuvem, vários detalhes que melhoram a qualidade de vida do sistema no nível de gerenciamento de tarefas, login, configurações do dispositivo e mais. A lista é bastante longa, contudo, tudo parece pequeno quando comparado ao tópico Linux.

O Windows Subsystem for Linux, parte II

Linux é o recurso mais importante do Windows 10 20H1
O novo terminal do Windows 10 que permite abrir guias de acordo com os ambientes

A Microsoft criou recentemente seu próprio kernel Linux, algo completamente inimaginável alguns anos atrás. É um kernel personalizado e criado especialmente para integrá-lo ao Windows 10. Isso é algo que sabemos desde maio de 2019, mas se tornará realidade apenas com a Atualização do Windows 10 de maio de 2020.

Enquanto o primeiro subsistema Windows para Linux (WSL) permite instalar ambientes com aparência e comportamento semelhantes ao Linux no Windows, o WSL 2 é o próprio Linux no Windows. É um núcleo completo.

O Windows 10 agora tem seu próprio kernel Linux completo para ser atualizado através do Windows Update

Wsl 2
Acessando arquivos Linux a partir do Windows Explorer

Embora ainda seja uma experiência de virtualização, não funciona do modo tradicional. Não é isolado, nem consome muitos recursos, nem leva muito tempo para carregar. O WSL 2 usa uma arquitetura completamente diferente da primeira WSL, que usa um kernel Linux real.

Os desenvolvedores que tiram vantagem disso podem até acessar o sistema de arquivos Linux no Windows 10 File Explorer, como se fosse o mesmo ambiente. Tudo foi otimizado para consumir a menor quantidade de recursos possível, para que essa máquina virtual não tradicional seja gerenciada e executada em segundo plano.

A WSL ainda tem suporte para dispositivos ARM64. A Microsoft prometeu atualizar esse kernel através do Windows Update. É isto mesmo, um kernel Linux baixado via Windows Update. Além disso, o kernel será de código aberto e qualquer desenvolvedor poderá criar seus próprios ou contribuir com alterações.

Genbeta

Este porto equipado com inteligência artificial no Japão evita colisões de navios melhor que os humanos

Este porto equipado com inteligência artificial no Japão evita colisões de navios melhor que os humanos

Fedora cria novo spin Kinoite com estreia prevista para o Fedora 35

Lançamento do Fedora 32 atrasa uma semana