in

Mais de um bilhão de dispositivos Android estão em risco por causa do fim de atualizações

Dois em cada cinco dispositivos Android não recebem mais atualizações de segurança.

Mais de um bilhão de dispositivos Android estão em risco por causa do fim de atualizações
Imagem: Reprodução | Fossbytes.

De acordo com um relatório da empresa de análise de consumidores chamada Which?, mais de um bilhão de dispositivos Android estão em risco porque estão executando versões do Android que não recebem mais atualizações de segurança. Seguindo seu ciclo de atualização, o Google agora oferece patches de segurança apenas para dispositivos com Android 10, Android 9 Pie e Android 8 Oreo.

Mais de um bilhão de dispositivos Android estão sem atualizações

Os dispositivos com Android 7 ou mais antigo não são mais elegíveis para atualizações de segurança. Portanto, os usuários dessas versões “correm riscos à segurança”, conforme indica o relatório. No ano passado, o Google divulgou os dados de adoção do Android, onde revelou que cerca de 40% dos dispositivos Android ainda possuem o Android 6 ou versões anteriores.

Para tornar o relatório ainda mais verdadeiro, o órgão fiscalizador do consumidor do Reino Unido comprou vários dispositivos Android que não estão mais recebendo atualizações de segurança devido à versão mais antiga do sistema e os infectou com malware. O órgão conseguiu infectar alguns dos dispositivos com vários malwares, demonstrando os graves riscos à segurança dos dispositivos Android mais antigos.

Assim, a Which? afirmou que é responsabilidade dos fabricantes garantir que os usuários estejam mais cientes do tempo durante o qual um smartphone receberá atualizações.

Enquanto o Google lança atualizações de segurança do sistema do robô por três anos para seus dispositivos Pixel e dispositivos em execução no Android One, vários fabricantes não oferecem atualizações pela mesma duração e chegam ao fim do suporte, às vezes, dentro de um ou dois anos.

Mais de um bilhão de dispositivos Android estão em risco por causa do fim de atualizações
Os dispositivos com Android 7 ou mais antigo não são mais elegíveis para atualizações de segurança.

Além disso, a empresa argumenta que o Android deve receber atualizações por um longo período de tempo, como o Windows e o iOS, oferecem. Por exemplo, o iOS 13 lançado em outubro de 2019 suporta o iPhone SE, lançado em março de 2016. Da mesma forma, o Windows 7 foi lançado em 2009 e chegou ao fim do suporte este ano.

Fonte: Fossbytes

Escrito por Leonardo Santana

Profissional da área de manutenção e redes, astrônomo amador, eletrotécnico e apaixonado por TI desde o século passado.

Código aberto está ficando maior e mais rico, diz SUSE

Código aberto está ficando maior e mais rico, diz SUSE

Como instalar o Mechvibes no Linux: Tenha sons de teclado mecânico ao digitar

Como instalar o Mechvibes no Linux: Tenha sons de teclado mecânico ao digitar