in

Microsoft assina acordo para participar do desenvolvimento do OpenJDK

O “Contrato de Colaborador Oracle” foi recebido na comunidade Java.

A Microsoft anunciou há alguns dias, que assinou formalmente um contrato de colaboração. com a Oracle. O chamado “Contrato de Colaborador Oracle” foi recebido na comunidade Java. O anúncio ocorreu por meio de uma mensagem enviada à lista de distribuição da comunidade OpenJDK, feita por Bruno Borges, da Divisão de Gerenciamento de Produtos Java da Microsoft. Assim, a Microsoft assina acordo para participar do desenvolvimento do OpenJDK.

Em um primeiro estágio, a equipe de desenvolvimento Java Microsoft pretende limitar-se a corrigir erros e executar o trabalho de backport. O objetivo é ingressar na comunidade e se adaptar às regras de desenvolvimento do OpenJDK. A equipe de engenharia do Microsoft Java já declarou que está comprometida com outros grupos e filiais da Microsoft que usam Java. Da mesma forma, juntamente com parceiros no ecossistema Java, incluindo Oracle, Blue Systems, Red Hat, Pivotal, Intel e SAP.

Microsoft assina acordo para participar do desenvolvimento do OpenJDK

Microsoft assina acordo para participar do desenvolvimento do OpenJDK

Por exemplo, a Microsoft já percebeu que, na comunidade OpenJDK, a maneira preferida de promover a inovação é discutir as mudanças antes da publicação dos patches.

Ele então reafirmou o compromisso da Microsoft com o Java. Além disso, a equipe espera devolver algo à comunidade Java. No entanto, a equipe não apenas entrará em ação com força. Porém, começará com pequenas correções de bugs e coisas assim, para que eles possam aprender a ser “bons cidadãos dentro da comunidade OpenJDK”.

E já faz muito tempo que a Microsoft trabalha lado a lado com a Oracle. Ela participa do desenvolvimento do Java para garantir que a JVM forneça desempenho adequado em seu sistema operacional Windows.

Adoção do Java pela Microsoft é uma história de conflitos

A adoção do Java pela Microsoft percorreu um longo caminho desde os anos 90, quando o criador do Java Sun Microsystems processou a Microsoft por quebra de contrato.

A Sun alegou que a Microsoft havia distribuído uma versão do Java incompatível com a da empresa. Assim, lançou uma chave com o slogan “Write Once, Run Anywhere” para Java. A Microsoft respondeu e a disputa foi resolvida no início de 2001.

Nos últimos anos, a Microsoft lançou campanhas de recrutamento cujo objetivo principal era atrair ex-funcionários da Oracle para fortalecer suas equipes de desenvolvimento de ferramentas. Isso levou à padronização dos kits de desenvolvimento Java que permitem que os desenvolvedores Java interajam com seus serviços em sua plataforma de nuvem do Azure.

Porém, apesar disso, é a primeira vez que o gigante integra o OpenJDK para contribuir diretamente no desenvolvimento do Java. Borges, ele próprio é um ex-desenvolvedor da Oracle. Ele apresentou Martijn Verburg como o líder da equipe de engenharia Java que trabalhará em conjunto com outros parceiros no ecossistema Java.

Martijn Verburg também é CEO da jClarity, um dos principais colaboradores do AdoptOpenJDK adquirido pela Microsoft em agosto deste ano para aprimorar o suporte a Java no Azure. Portanto, presumivelmente, permanecerá fiel à sua forma e continuará contribuindo para o mundo Java, somente agora com a Microsoft em suas fileiras.

Sobre o OpenJDK

 

OpenJDK é a versão gratuita da plataforma de desenvolvimento Java sob o conceito de linguagem orientada a objetos. É o resultado de esforços constantemente feitos pela empresa chamada Sun Microsystems.

Essa implementação é catalogada dentro da licença GNU GPL, com exceção dos links; portanto, alguns dos componentes das pastas e sites da classe Java são finalizados a partir dos termos da licença a serem considerados na versão estipulada como GNU.

Bruno Borges indica que, no início, o Backports continua a estudar e observar os usos e políticas implementadas no OpenJDK, por exemplo, chegar a um consenso antes de tentar publicar um patch.

Você pode ler a mensagem original no seguinte link.