in

Microsoft se compromete a atingir metas de zero desperdício até 2030

Iniciativa é parte de grande compromisso da empresa em ser Carbono Negativa no mesmo período.

Microsoft se compromete a atingir metas de ‘zero desperdício’ até 2030

Comprometida em contribuir para a preservação do meio ambiente, a Microsoft anunciou o objetivo de atingir zero desperdício nas operações diretas, produtos e embalagens da Microsoft até 2030. A empresa reduzirá os mesmos resíduos que gera por meio da reutilização, do reaproveitamento ou da reciclagem de sólidos, compostos, eletrônicos, construção e demolição, e resíduos perigosos. Portanto, a Microsoft se compromete a atingir metas de zero desperdício até 2030.

Serão criados Centros Circulares Microsoft inéditos para reutilizar e redirecionar servidores e hardware em nossos datacenters. Também eliminará plásticos descartáveis de embalagens e usará tecnologias para melhorar o controle de resíduos. Além disso, serão feitos novos investimentos nos fundos da Closed Loop Partners e os próprios funcionários serão orientados para reduzir seus volumes de resíduos.

Microsoft se compromete a atingir metas de ‘zero desperdício’ até 2030

Com as ações, é esperado que até 2030, pelo menos, 90% dos resíduos sólidos sejam destinados a aterros sanitários e incineração dos campus e datacenters da empresa, que a fabricação dos dispositivos Surface seja 100% reciclável, uso de embalagens 100% recicláveis (em países incluídos na OECD, Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico) e que seja atingido, no mínimo, 75% de desvio de resíduos de construção e demolição para todos os projetos. Este trabalho tem como base as iniciativas contínuas de redução de resíduos que tiveram início em 2008. Assim, elas resultaram nas certificações de zero desperdício do Puget Sound Campus e datacenters em Boydton, Virgínia e Dublin, Irlanda.

Microsoft se compromete a atingir metas de ‘zero desperdício’ até 2030

Sabendo que todos os anos, mais de 11 bilhões de toneladas de resíduos são produzidos em todo o mundo, de acordo com o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente, essa iniciativa é a terceira arrancada da Microsoft na ampla iniciativa de sustentabilidade ambiental da companhia, lançada no início deste ano, e que tem como foco carbono, água, ecossistemas e resíduos – na qual eles se comprometem a ser Carbono Negativa até 2030. “Estamos estabelecendo metas ambiciosas para cada um desses itens. Também incentivamos nossos clientes a fazerem o mesmo por meio de tecnologias e do nosso aprendizado”, divulgou a empresa.

Microsoft se compromete a atingir metas de ‘zero desperdício’ até 2030

Para mais detalhes sobre esse assunto, acesse o post no blog assinado por Brad Smith, Presidente da Microsoft.