in

Mozilla ativa Enhance Tracking Protection 2.0 no Firefox

Isso deve aumentar a proteção contra rastreamentos indevidos.

Firefox 81está disponível para baixar

A empresa Mozilla tem incrementado medidas de segurança aos usuários do navegador Firefox e agora ativa o Enhance Tracking Protection 2.0. Esta é, portanto, mais uma medida anti-rastreamento do Firefox.  Assim, o “Enhance Tracking Protection” é responsável por isso no Firefox e protege automaticamente a privacidade do usuário enquanto navega na Internet. Então, se você quer se livrar de rastreamentos indevidos ou abusivos, eis a melhor opção.

Ele bloqueia muitos rastreadores que coletam informações sobre seus hábitos e interesses de navegação. Ele também inclui proteção contra scripts maliciosos, tais como aqueles que drenam os recursos de bateria ou sistema para mineração criptomoeda.

O Firefox usa uma lista de rastreadores conhecidos fornecidos pelo Disconnect. Por padrão, o Firefox bloqueia os seguintes tipos de rastreadores e scripts:

  • rastreadores de mídia social
  • rastreamento de cookies entre sites
  • detectores de impressões digitais
  • mineradores de criptomoeda

Esses rastreadores estão ocultos em anúncios, vídeos e outros conteúdos na página. Bloqueá-los pode causar mau funcionamento de alguns sites.

Mozilla ativa Enhance Tracking Protection 2.0 no Firefox

Mozilla ativa Enhance Tracking Protection 2.0 no Firefox

Esse tipo de trabalho do Firefox não é novo, pois na versão 63 (lançada em 2018), ele  vinha com proteção aprimorada de rastreamento, bloqueio de cookies e acesso ao armazenamento de rastreadores de terceiros.

Posteriormente, no Firefox 65 (lançado em janeiro de 2019), os controles de bloqueio de conteúdo foram adicionados com três opções para a função de bloqueio:

  • Padrão: o padrão, onde o Firefox bloqueia rastreadores conhecidos e cookies gerais de rastreamento de terceiros.
  • Rigoroso: para pessoas que desejam um pouco mais de proteção e não se importam que alguns sites não funcionem.
  • Personalizado: para quem deseja ter controle total sobre quais rastreadores e cookies deseja bloquear.

Para a versão 69 que chegou em setembro, muitos aspectos foram aprimorados com a proteção de rastreamento ativada por padrão e a mineração de criptomoeda bloqueada por padrão.

Enhance Tracking Protection 2.0

Mozilla ativa Enhance Tracking Protection 2.0 no Firefox

Depois de toda essa jornada, o novo Enhance Tracking Protection 2.0 iniciado pela Mozilla no Firefox apresentará várias melhorias.

No ano passado, a Mozilla ativou o ETP por padrão no Firefox, porque o editor considerou que você não precisa entender as complexidades e sofisticação do setor de rastreamento de anúncios para estar seguro on-line.

O ETP 1.0 foi seu primeiro grande passo para tornar esse compromisso com os usuários uma realidade . Segundo o editor, desde que habilitou o ETP por padrão, o Firefox bloqueou 3,4 bilhões de cookies de rastreamento. Com o ETP 2.0, o Firefox traz um nível adicional de proteção de privacidade ao navegador.

Desde a introdução do ETP, a tecnologia do setor de anúncios encontrou outras maneiras de rastrear os usuários: criando soluções e novas maneiras de coletar seus dados para identificá-lo enquanto você navega na web.

O rastreamento de redirecionamento ignora a política interna de bloqueio de cookies de terceiros, levando você pelo site do rastreador antes de entrar no site de sua escolha. Isso permite que você veja de onde você é e para onde está indo.

É assim que a Mozilla explica:

Suponha que você esteja navegando em um site de revisão de produtos e clique em um link para comprar um par de sapatos de um revendedor on-line. Alguns segundos depois, o Firefox acessa o site do varejista e a página do produto é carregada. Nada lhe parece deslocado, mas ele foi seguido nos bastidores usando o rastreamento de redirecionamento »

O Enhanced Tracking Protection 2.0 tenta resolver esse problema, verificando se os cookies e os dados do site desses rastreadores devem ser removidos.

O recurso impede que rastreadores conhecidos acessem informações excluindo cookies e dados do site a cada 24 horas. Como você parece um novo usuário na próxima vez que visitar o rastreador (após 24 horas), não poderá criar um perfil de longo prazo de sua atividade.

Com o ETP 2.0, os usuários do Firefox agora estarão protegidos contra esses métodos, pois verifica se os cookies e os dados do site desses rastreadores devem ser removidos todos os dias. O ETP 2.0 impede que rastreadores conhecidos acessem suas informações, mesmo aquelas que você visitou inadvertidamente. O ETP 2.0 exclui cookies e dados do site dos sites de monitoramento a cada 24 horas.

Em resumo, o Firefox tenta não excluir os cookies dos serviços com os quais interage, como mecanismos de pesquisa, redes sociais e contas de e-mail.

O navegador não toca nos sites com os quais você interagiu nos últimos 45 dias, mesmo que sejam rastreadores, para não se desconectar dos sites visitados, para que não seja rastreado indefinidamente, dependendo dos sites que visitou apenas uma vez.

Desde Linux

Escrito por Claylson Martins

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão. Nas horas não muito vagas, professor, fotógrafo, apaixonado por rádio e natureza.