Categorias

o-android-13-tem-codinome-interno-vazado-a-aposta-agora-e-a-sobremesa-tiramisu

Android

Games

Notícias

Tutoriais Linux

Vídeos

Notícias

04/07/2021 às 13:00

7 min leitura

Avatar Autor
Por Claylson Martins

Mozilla testa anúncios patrocinados no Firefox

Firefox também abandona suporte para FTP

A Mozilla vem enfrentando escassez de recursos nos últimos tempos que fizeram a empresa cortar investimentos, abandonar projetos e demitir funcionários. A empresa tenta, literalmente, a todo custo obter lucro com seus produtos, tendo como carro-chefe o navegador Firefox. Então, caminhando neste sentido, os desenvolvedores do Firefox começaram a introduzir no navegador novos locais para publicidade. Anúncios chamados “Miniaturas patrocinadas ou sites patrocinados populares” aparecem na página inicial quando uma nova guia é aberta. Para ser mais preciso, apenas uma pequena porcentagem dos usuários do Firefox verão o anúncio.

E a realidade nua e crua é a crise financeira da Mozilla. A empresa precisa de dinheiro para seguir trabalhando. Além disso, o principal problema do Firefox é sua incapacidade de gerar renda e sua dependência de associações de buscadores, com o Google à frente. A situação com o coronavírus não ajudou em nada e a empresa decidiu se desfazer de um quarto de sua força de trabalho.

Mozilla testa anúncios patrocinados no Firefox

Mozilla testa anúncios patrocinados no Firefox

Para ganhar dinheiro, a Mozilla decidiu testar esse recurso experimental em uma pequena porcentagem de usuários do Firefox e em um número limitado de mercados. Esta não é uma ideia nova , já que a Mozilla a anunciou em 2014, explicando que o anúncio seria feito no nível dos tiles ao abrir uma nova aba (o programa chamava-se “Directory Tiles”, ou Diretório de Roof tiles).

Mas o impulso para a publicidade parecia enviar uma mensagem ambígua aos usuários do Firefox. Na verdade, o Mozilla é reconhecido como um navegador voltado para a privacidade e um dos maiores promotores de extensões de bloqueio de anúncios.

A fundação preferiu se concentrar na descoberta de conteúdo para se manter fiel a seus princípios originais e não mais se colocar entre objetivos que podem ser difíceis de combinar: anunciar online e preservar a privacidade.

A Mozilla admitiu que a publicidade em seu navegador pode ser uma grande fonte de receita para ela, mas a fundação disse que dá mais ênfase à experiência do usuário.

Publicidade no Firefox pode ser um grande problema, mas não é o negócio certo para nós agora porque queremos nos concentrar nas experiências básicas de nossos usuários. Queremos reinventar a experiência de conteúdo e descoberta de conteúdo em nossos produtos, disse Darren Herman, vice-presidente de serviços de conteúdo da Mozilla.

Portanto, a Mozilla não fechou completamente as portas à publicidade, acreditando que uma estratégia vencedora tinha que ser encontrada para usuários e parceiros de publicidade. A fundação acrescentou que “continuará a explorar maneiras de trazer um melhor equilíbrio ao ecossistema de publicidade para o benefício de todos e construir produtos de sucesso que respeitem a privacidade do usuário e ofereçam experiências baseadas na transparência, escolha e controle.”

Clicou, pagou

A Mozilla disse que está trabalhando com parceiros de publicidade para colocar sites patrocinados populares na página inicial do Firefox (ou ao abrir uma nova guia), o que seria útil para os usuários do Firefox. Como objetivo de toda publicidade, a base é o pagamento por clique. Em outras palavras, o Mozilla é pago quando os usuários clicam em sites patrocinados.

Sites patrocinados populares (ou ‘blocos patrocinados’) são um recurso experimental que está sendo testado por uma pequena porcentagem de pessoas que usam o Firefox em um número limitado de mercados. A Mozilla está trabalhando com anunciantes parceiros para colocar miniaturas patrocinadas na página inicial do Firefox (ou nova guia) que podem ser úteis para usuários do Firefox. A Mozilla é paga quando clica em miniaturas patrocinadas.

A Mozilla disse que nada mudou, exceto que os usuários agora verão anúncios nos locais mencionados acima. A fundação especifica ainda que isso não afetará de forma alguma a sua navegação ou a sua experiência do usuário, pois é possível, com alguns cliques, desabilitar a exibição desses anúncios.

Ao mesmo tempo, reitera seu compromisso com o respeito à privacidade e destaca que isso é fundamental para sua missão. Para tanto, afirmou que só trabalharia com parceiros de publicidade que cumprissem seus padrões de privacidade para Firefox e acrescentou que atualmente tem apenas um parceiro que é adMarketplace: “Proteção da privacidade é fundamental para a missão da Mozilla e só trabalhamos com parceiros que respeitam nossos padrões de privacidade para o Firefox”.

Mais informações, você encontra no site: https://support.mozilla.org

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão. Nas horas não muito vagas, professor, fotógrafo, apaixonado por rádio e natureza.

Últimos artigos

Newsletter

Receba nossas atualizações!

Newsletter

Receba nossas atualizações!
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.