in

Mozilla usará tecnologia Microsoft para atualizar o Firefox

A tecnologia é mesma empregada no Windows Update.

Mozilla usará tecnologia Microsoft para atualizar o Firefox

A Mozilla usará a tecnologia da Microsoft para atualizar o navegador Firefox. A partir do Firefox 68, o navegador da web Mozilla usará o Microsoft BITS (Serviço de Transferência Inteligente em Segundo Plano) para fornecer atualizações. Ou seja, esta é a mesma tecnologia que usa o Windows Update.

A partir do lançamento do Firefox 70, o BITS será usado com um agente de atualização dedicado como proxy.Portanto, esta será uma novidade que passará a fazer parte do próprio navegador. Isso permitirá que as atualizações sejam mais fáceis de instalar.

Por que a Mozilla usará a tecnologia da Microsoft?

Mozilla usará tecnologia Microsoft para atualizar o Firefox

A principal motivação para a mudança para o BITS, usada em conjunto com um agente de atualização, é tornar mais fácil para os usuários com conexões mais lentas obter as atualizações mais recentes. Desta forma, a Mozilla quer atualizar versões obsoletas do navegador usado por aqueles que não têm como instalar as atualizações de outra forma.

Com o modo atual de operar o BITS, as atualizações só podem ser baixadas quando alguém estiver executando o Firefox. Ao alternar para um agente de atualização dedicado, é possível fazer com que essas atualizações sejam baixadas em segundo plano. Assim, não afeta o desempenho do navegador.

De acordo com um desenvolvedor da Mozilla, a ideia é que o agente de atualização seja:

… um processo em segundo plano que permanecerá em execução após o navegador ser fechado para baixar e aplicar as atualizações. Isso deve tornar as atualizações mais convenientes para todos. Além disso, vai permitir a redução do tempo necessário para obter novas atualizações para usuários que não são bem suportados pelo processo de atualização atual porque não executam o Firefox regularmente e/ou têm conexões lentas com a Internet.

Vamos esclarecer que estamos nos referindo ao Windows. A maioria das distribuições Linux tem o Firefox em seus repositórios. Portando, o navegador é atualizado junto com o restante do sistema operacional. Assim, ainda não se sabe o que vai acontecer com outras formas de instalação no Linux.

Antes de finalmente adotar essa tecnologia, há um passo anterior. Como outro desenvolvedor Mozilla explica:

Inicialmente, vamos primeiro permitir que o Firefox atualize usando o BITS sem o agente de atualização.

Isso nos permitirá uma transição mais fácil de um mecanismo de download para outro. Ao invés de simplesmente descartá-lo de uma só vez. Por enquanto, o Firefox vai chamar o BITS através de uma interface embutida no binário. Essa interface, por enquanto, se comunicará diretamente com o BITS. Porém, será projetada de forma que no futuro possa se comunicar com o BITS usando o Agente de Atualização como intermediário.

Isso permitirá que você gerencie os trabalhos BITS como um usuário do Serviço Local, que é como queremos que os downloads ocorram quando o Agente de Atualização faz o download deles de forma independente.

Lembre-se que a Mozilla teve que atualizar o navegador duas vezes na última semana por motivos de segurança. Portanto, as atualizações são um assunto importante e que não pode ser deixado de lado.

Fonte

Escrito por Claylson Martins

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.

GNOME melhora relatório de espaço em disco e modo clássico será renovado no Fedora 31

GNOME melhora relatório de espaço em disco e modo clássico será renovado no Fedora 31

SteamVR Beta com melhorias para Linux

Valve garante suporte ao Linux