Novo kernel Linux 6.7 lançado com Bcachefs, Intel Meteor Lake e suporte a GSP Nouveau

Confira as novidades do novo kernel Linux.

Claylson Martins
7 minutos de leitura

Demorou um pouco mais que o previsto devido aos feriados de Natal e Ano Novo que caíram em finais de semana consevutivos. Porém, finalmente, temos o novo kernel Linux 6.7 lançado com Bcachefs, Intel Meteor Lake e suporte a GSP Nouveau. No entanto, os recursos não acabam por aí.

Como antecipado, Linus Torvalds foi em frente e acabou de lançar o kernel Linux 6.7 como a primeira nova versão de 2024.

Após o atraso de uma semana para evitar um lançamento de Ano Novo, Linus Torvalds batizou o Linux 6.7 há alguns minutos. Agora está liberado para aqueles que rolam suas próprias compilações de kernel.

Novo kernel Linux 6.7 lançado com Bcachefs, Intel Meteor Lake e suporte a GSP Nouveau. Linus escreveu no breve anúncio 6.7:

“6.7 é (em número de commits: mais de 17k commits non-merge com 1k + merges) um dos maiores lançamentos de kernel que já tivemos, mas a semana rc8 extra foi puramente devido ao tempo com os feriados, não sobre quaisquer dificuldades com o lançamento maior.

As principais mudanças desta última semana foram algumas atualizações de DRM (principalmente correções para nova ativação de hw nesta versão – tanto amd quanto nouveau), mais algumas correções de bcachefs (e bcachefs é obviamente novo para 6.7 e uma das razões para o grande número de confirmações), e então algumas atualizações aleatórias de driver. E um pouco de barulho menor em outros lugares.”

O Linux 6.7 tem muitos recursos interessantes, incluindo suporte inicial para o sistema de arquivos Bcachefs, gráficos Intel Meteor Lake são estáveis, assim como o resto do suporte à plataforma MTL, suporte inicial ao firmware NVIDIA GSP com o driver Nouveau, desativação do suporte Intel Itanium e outros novos recursos com o Linux 6.7.

Agora é seguir para a emocionante janela de mesclagem do Linux 6.8.

Processadores:

  • Suporte para ativar/desativar programas x86 de 32 bits e syscalls no momento da inicialização;
  • Suporte para Arrow Lake e Lunar Lake dentro do utilitário Turbostat;
  • Suporte Intel Lunar Lake M no driver LPSS;
  • Melhor carregamento de microcódigo da CPU x86;
  • Liberação de TLB otimizada e pilhas de chamadas de sombra de software para RISC-V;
  • O MIPS AR7 foi removido com a plataforma MIPS usada por roteadores e outros dispositivos de rede há muito tempo;
  • Perf adiciona suporte para eventos “UMC” do Zen 4 Unified Memory Controller;
  • Suporte Intel IFS Gen2 para varredura em campo;
  • Mais trabalho no Intel TDX para extensões de domínio confiável;
  • Suporte inicial para o SoC AMD-Pensando Elba;
  • Suporte inicial para um SoC RISC-V de 64 núcleos;
  • O suporte ao Intel Itanium IA-64 foi retirado e removido da árvore do kernel;
  • Suporte a dicas de tipo de carga de trabalho Intel Meteor Lake;
  • Mais preparativos para APUs AMD Instinct MI300A;
  • O driver AMD Versal EDAC foi adicionadoM para esse IP AMD-Xilinx.

Placas gráficas/telas:

  • Os gráficos Intel Meteor Lake agora são considerados estáveis;
  • Mais trabalho habilitando gráficos integrados do Xe 2 Lunar Lake;
  • AMD Seamless Boot agora funciona para mais hardware AMD;
  • Suporte de revisão Intel DG2-G12;
  • Ativação contínua em hardware gráfico AMD de próxima geração;
  • Suporte NVIDIA GSP no driver Nouveau para fornecer suporte inicial à aceleração GeForce RTX 40 e melhorar o suporte opcionalmente para hardware da série RTX 20/30 ao usar os binários do processador do sistema GPU NVIDIA.

Sistemas de arquivos/armazenamento:

Linux 6.7-rc4 lançado de forma antecipada com a aproximação do feriado
Novo kernel Linux 6.7 lançado com Bcachefs, Intel Meteor Lake e suporte a GSP Nouveau
  • O Bcachefs foi finalmente mesclado como o sistema de arquivos nascido do código de cache de bloco do kernel Linux.
  • O trabalho do Bcachefs foi seguido por uma segunda rodada de melhorias para melhorar o desempenho.
  • F2FS no Linux 6.7 suporta tamanhos de página maiores.
  • Novos recursos do Btrfs.
  • EROFS não considera mais o microLZMA experimental.
  • Suporte IO_uring FUTEX para melhor desempenho.
  • Mediação IO_uring para AppArmor.
  • Pequenas melhorias de estabilidade para JFS.
  • O MMC está obtendo desempenho de gravação aleatória de 4 a 5% melhor para sistemas com suporte Host Software Queue (HSQ).
  • FSCRYPT agora funcionará com mais hardware de criptografia em linha.

Virtualização:

  • Preparativos AMD IOMMU SVA para endereçamento virtual compartilhado.
  • A virtualização LoongArch foi adicionada para KVM.
  • KVM agora permite suporte a até 4.096 vCPU.
  • /proc/cpuinfo não será mais exibido quando o AMD SVM for desabilitado pelo BIOS do sistema.

Outros hardwares:

  • Suporte de monitoramento de sensor para mais hardware de desktop;
  • Novo suporte de hardware de rede e um bom aumento de desempenho;
  • Novo suporte de hardware de som Intel e AMD;
  • Manipular nativamente erros de protocolo de link CXL;
  • DisplayPort Alternate Mode 2.1 suporta “DP Alt Mode 2.1” para o driver USB Type-C;
  • Os drivers do adaptador Intel La Jolla Cove foram atualizados como parte do Intel Vision Sensing Controller;
  • Limpeza do driver da câmera Intel Atom ISP;
  • Descarte dos drivers QLGE Ethernet e rtl8192u WiFi não mantidos;
  • Novas peculiaridades dos teclados Dell e Lenovo;
  • Suporte para ASUS Screenpad;
  • Um driver de plataforma ACPI para sistemas Inspur;
  • Suporte Cooler Booster para laptops MSI.

Outros recursos do kernel:

  • Otimizações de desempenho de MM , bem como melhor manuseio de memória não aceita UEFI;
  • Mais trabalho FUTEX2;
  • Melhorias no agendador;
  • Trabalho contínuo na impressão encadeada printk como um requisito para obter suporte em tempo real (PREEMPT_RT) principal;
  • Mais código Rust foi implementado.

Segurança Linux:

  • Desativar o Intel IBRS quando uma CPU está off-line para ajudar a oferecer melhor desempenho em alguns casos.
  • Limpeza adicional da mitigação AMD Inception/SRSO;
  • Uma nova opção make hardening.config para o kernel como padrões sensatos para construir um kernel com segurança reforçada;
  • Redução da função de alguns algoritmos criptográficos inseguros e obsoletos;
  • Os controles de acesso LandLock agora abrangem redes;
  • Uma solução de vários fornecedores para relatórios de atestado de computação confidenciais;
  • Retrabalhar a geração do cabeçalho PE para reduzir a área de ataque.
Share This Article
Follow:
Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão. Nas horas não muito vagas, professor, fotógrafo, apaixonado por rádio e natureza.