in

O Google está testando como tornar os anúncios mais sorrateiros nos resultados de pesquisa

A alteração fez com que os anúncios ficassem diferenciados apenas por um pequeno ícone com a palavra “Anúncio”.

No ano passado, o Google introduziu uma mudança pequena, mas significativa, na maneira como apresentava resultados de pesquisa no celular: ele começou a exibir favicons. Em teoria, isso tornaria mais fácil distinguir visualmente sites confiáveis de sites e anúncios duvidosos. Mas quando a empresa começou a implementar uma mudança semelhante em seu site de desktop este ano, as pessoas não ficaram felizes. Agora, parece que o Google está mudando de opinião e trouxe de volta os anúncios mais sorrateiros.

O Google está testando como tornar os anúncios mais sorrateiros nos resultados de pesquisa
Em teoria, a mudança tornaria mais fácil distinguir visualmente sites confiáveis de sites e anúncios duvidosos.

Anúncios mais sorrateiros do Google

Onde os anúncios costumavam ser destacados em verde na parte superior dos resultados de pesquisa, a alteração fez com que eles ficassem diferenciados apenas por um pequeno ícone com a palavra “Anúncio”. É fácil confundir um anúncio com outra coisa ao percorrer os resultados de pesquisa. Conforme observado por Alex Hern, do Guardian, o SearchEngineLand apresenta uma grande sinopse das mudanças que o Google implementou ao longo dos anos.

É bastante claro que a empresa lenta e seguramente tornou seus anúncios mais sorrateiros. Além disso, a aposta parece estar valendo a pena com melhorias iniciais no tráfego de anúncios. Mas, após a reação inicial, o Google diz que está experimentando várias maneiras de exibir resultados de pesquisa.

Como o site The Verge aponta, um desses testes envolve a remoção completa dos favicons, tornando os resultados da Pesquisa do Google apenas uma coleção simples de links azuis novamente.

Fonte: The Next Web

Caso queira acompanhar mais assuntos sobre Linux, Android, hardware, programação e ficar antenado no mundo da tecnologia, fique à vontade para entrar no grupo do Sempre Update no Telegram.

Leia também:

Red Hat e IBM tomam o lado do Google e enfrentam a Oracle

Alphabet, dona do Google, se torna a quarta empresa americana a atingir US$ 1 trilhão em avaliação