in

Oferta de emprego para especialistas em Python cai em meio à pandemia

Python pode ser uma linguagem de programação boa para aprender, mas as perspectivas de emprego estão diminuindo desde março.

Oferta de emprego para especialistas em Python cai em meio à pandemia

A oferta de emprego para especialistas em linguagem de programação Python cai em meio à pandemia, desde março deste ano. É o que mostra a plataforma on-line de contratação de desenvolvedores HackerRank. Segundo ela, houve significativamente menos entrevistas para contratação de desenvolvedores Python e engenheiros front-end desde 1º de março.

Portanto, os números não são positivos para cientistas de dados altamente qualificados. Nos últimos anos, foram eles que ajudaram a tornar o Python uma das linguagens de programação mais populares do mundo, junto com JavaScript e Java. 

Embora os candidatos à ciência de dados estejam em alta demanda graças a mais organizações que adotam o aprendizado de máquina e inteligência artificial, desde 1º de março, as entrevistas para desenvolvedores Python diminuíram 27%, de acordo com o HackerRank.

As entrevistas para engenheiros front-end também caíram 34%, enquanto as entrevistas para engenheiros full-stack caíram 5%.

Os dados do HackerRank são baseados em entrevistas de emprego online com cerca de 35.000 desenvolvedores desde 1º de março de 2020.

Oferta de emprego para especialistas em Python cai em meio à pandemia

Oferta de emprego para especialistas em Python cai em meio à pandemia

Os dados são referentes aos Estados Unidos. A procura por novas postagens para funções de cientista de dados em julho caíram 43% em comparação com julho passado. Esse número foi pior do que o declínio de 36% para todo o setor de TI, que por si só foi pior do que o declínio de 21% nas ofertas gerais de empregos.  

No entanto, na contramão, há algumas boas notícias para alguns desenvolvedores que também parecem refletir os esforços das empresas para planejar contornar a pandemia do coronavírus. Por exemplo, desde março, houve um crescimento de 61% em entrevistas para desenvolvedores de aplicativos móveis e da web.     

Todas as empresas que esperam sair desta pandemia foram forçadas a criar ou melhorar sua presença on-line. Caso contrário, arriscam perder uma onda sem precedentes de novos usuários, disse o CEO do HackerRank, Vivek Ravisankar. 

Varejistas on-line e empresas de jogos estão ajustando seus algoritmos e mudando sua IU, enquanto alguns setores, como bancos e saúde, estão começando quase do zero. Isso ajuda a explicar por que a demanda por back-end, desenvolvedores de JavaScript e .NET disparou – esses desenvolvedores são essenciais para construir e manter aplicativos da web.

No geral, entrevistas para emprego subiram

O HackerRank também registrou um aumento de 2.235% nas entrevistas com estagiários desde março.

Para as empresas capazes de continuar contratando no ritmo, esta é uma chance de abocanhar jovens talentos antes que seus concorrentes os notem, disse Ravisankar. 

Enquanto isso, as entrevistas com cientistas de dados cresceram apenas 9% desde março, mas o que isso significa é uma incógnita.

Uma explicação para o crescimento relacionado à pandemia [é que] os dados com os quais as empresas estão trabalhando agora não têm precedentes e praticamente não têm correlação com nada que a maioria das empresas tenha enfrentado. É confuso na melhor das hipóteses e inútil na pior devido às circunstâncias únicas estamos enfrentando, disse Ravisankar. 

Escrito por Claylson Martins

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão. Nas horas não muito vagas, professor, fotógrafo, apaixonado por rádio e natureza.