in ,

OpenMandriva Linux 4.0 foi lançado oficialmente. Porteus, PCLinuxOS e DragonFly BSD também têm novas versões

Confira as novidades das versões estáveis lançadas.

OpenMandriva Linux 4.0 foi lançado oficialmente. Porteus, PCLinuxOS e DragonFly BSD também têm novas versões

A comunidade OpenMandriva anunciou a disponibilidade do sistema operacional OpenMandriva Lx 4.0. Esta é uma importante versão que traz inúmeros novos recursos, componentes atualizados e muitas melhorias. Os desenvolvedores do PCLinuxOS anunciaram o lançamento da última versão estável do projeto, a versão 2019.06. A equipe da Porteus publicou um novo release candidate para o Porteus 5.0. O novo snapshot de desenvolvimento desta distribuição baseada no Slackware está disponível em sete tipos de desktop. A única distro não baseada em Linux é a DragonFly BSD, que também lançou sua mais nova versão estável. Veja neste post que o OpenMandriva Linux 4.0 foi lançado oficialmente. Porteus, PCLinuxOS e DragonFly BSD também têm novas versões

OpenMandriva

OpenMandriva Linux 4.0 foi lançado oficialmente. Porteus, PCLinuxOS e DragonFly BSD também têm novas versões

Depois de quase dois anos em desenvolvimento, o sistema operacional OpenMandriva Lx 4.0 finalmente chegou. Então, a distro vem com inúmeros brindes para os fãs dela, que continua o espírito dos sistemas operacionais Mandriva e Mandrake Linux, agora obsoletos.

Compilado com o LLVM/Clang em vez do GCC (GNU Compiler Collection), o OpenMandriva Lx 4.0 tem como objetivo ser um sistema operacional baseado em Linux de ponta. Portanto, oferece alguns dos mais altos níveis de otimização. Assim, o LTO em certos pacotes o torna rápido, estável e confiável em todos os momentos.

Esta versão traz dezenas de componentes atualizados e novos recursos, mas o mais importante é o melhor suporte de hardware com a mais recente série de kernel Linux 5.1 e a pilha de gráficos Mesa 19.1. O OpenMandriva Lx 4.0 também vem com suporte completo para as plataformas AArch64 e ARMv7hnl, junto com uma variante criada especificamente para processadores AMD.

Uma porta RISC-V também está em andamento, mas ainda não está pronta para lançamento”, disse OpenMandriva. Também construímos uma versão específica para os atuais processadores AMD (Ryzen, ThreadRipper, EPYC) que supera a versão genérica, aproveitando os novos recursos desses processadores.

Aqui está o que há de novo no OpenMandriva Lx 4.0

Destaques do lançamento do OpenMandriva Lx 4.0 incluem:

  • dois novos utilitários internos: o OpenMandriva Repository Management Tool e o OpenMandriva Control Center;
  • vários novos aplicativos como o Dnfdragora DNF GUI como substituto do rpmdrake;
  • o Kuser como substituto do userdrake para gerenciar usuários e grupos;
  • bem como KBackup como um substituto para draksnapshot para fazer backup de seu sistema.

Entre os componentes atualizados, podemos citar:

  • o ambiente de desktop KDE Plasma 5.15.5;
  • KDE Applications 19.04.2 e KDE Frameworks 5.58.0 construídos com a estrutura de aplicativos QT 5.12.3 LTS;
  • X.Org. Servidor 1.20.4;
  • LLVM/clang 8.0.1;
  • Calamares 3.2.7;
  •  system 242;
  • Java 12;
  • LibreOffice 6.2;
  • Mozilla Firefox 66.0.5;
  • Krita 4.2.1;
  • e digiKam 6.0.

Com o lançamento do OpenMandriva Lx 4.0, a distribuição também repensou o modelo de lançamento do sistema operacional. Assim, foi adicionada uma nova opção para os usuários, que ainda será anunciada nas próximas semanas.

Até lá, você pode baixar OpenMandriva Lx 4.0 agora mesmo. Se você já estiver usando o OpenMandriva Linux, recomenda-se fazer o backup de seus dados e reinstalá-los para evitar conflitos de configuração.

Written by Claylson Martins

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.

Ubuntu 18.10 (Cosmic Cuttlefish) chegará ao fim da vida útil em 18 de julho de 2019

Canonical lança atualização de segurança do Kernel Linux para todos os sabores do Ubuntu

KDE Plasma 5.16.3 está disponível

KDE Plasma 5.16 recebe atualização