in

PyOxidizer pode transformar o código Python em aplicativos para Windows, MacOS, Linux

Ideia é facilitar a vida de desenolvedores.

Python 3.8 chega com várias novidades

A linguagem de programação Python rapidamente ganhou popularidade nos últimos anos. No entanto, apesar das muitas vantagens, ela tem uma limitação quando se trata da distribuição de aplicativos. Os desenvolvedores não podem simplesmente compartilhar aplicativos em Python com um usuário que não sabe nada sobre a linguagem. Então, é aí que surge o PyOxidizer. O  PyOxidizer pode transformar o código Python em aplicativos para Windows, MacOS, Linux.

O desenvolvedor da Mozilla, Gregory Szorc, criou a ferramenta chamada PyOxidizer que facilitará para os programadores criarem aplicativos em Python. E a melhor parte é que ele pode ser usado por não-programadores também. A ferramenta suporta sistemas Windows, Mac e Linux.

PyOxidizer pode transformar o código Python em aplicativos para Windows, MacOS, Linux

PyOxidizer pode transformar o código Python em aplicativos para Windows, MacOS, Linux

Por um longo tempo, uma potencial “ameaça existencial” tem surgido sobre o Python devido à sua incapacidade de executar sem suportar bibliotecas. A presença de bibliotecas de terceiros tornou os computadores um “local de resíduos tóxicos”.

Enquanto isso, o JavaScript continua a dominar aplicativos de navegador da Web para desktop e dispositivos móveis e já substituiu o Python no servidor. Portanto, o PyOxidizer tornou-se a resposta para eliminar essa ameaça.

O PyOxidizer é um utilitário gratuito que pode transformar o código Python em um único arquivo executável para ser executado em diferentes sistemas operacionais, como Windows, Mac e Linux.

Szorc diz que um usuário comum de computador poderá executar o aplicativo sem ter que baixar as bibliotecas de software corretas. Isso ocorre porque o PyOxidizer produz binários que incorporam o Python. Portanto, os usuários não precisam instalar ou conhecer a linguagem.

Como funciona

O PyOxidizer pode gerar um arquivo executável contendo um interpretador Python com recursos completos, extensões, biblioteca padrão e os módulos e recursos do aplicativo. Como a ferramenta carrega tudo da memória e nenhuma E/S explícita é executada, ela torna os executáveis ??mais rápidos para iniciar e importar.

Szorc escreve:

No Linux, é possível construir um executável totalmente vinculado estaticamente. Você pode soltar este executável em um chroot ou container onde ele é o único arquivo e ele simplesmente funcionará. No macOS e no Windows, as únicas dependências da biblioteca estão em bibliotecas sempre presentes ou extremamente comuns.

Ele também observa que esta é a primeira versão do PyOxidizer. Portanto, ele é focado apenas em trazer recursos essenciais. Assim, “não chega nem perto” de solucionar o “problema completo de distribuição de aplicativos em Python”.

Fonte

Escrito por Claylson Martins

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.

Microsoft sobre “Linux é um câncer”: somos uma empresa de código aberto

Linux é mais usado no Azure do que o Windows Server

Mageia 7, KaOS, Whonix, NuTyX, Project Trident e Linux Kodachi apresentam novas versões

Mageia 7, KaOS, Whonix, NuTyX, Project Trident e Linux Kodachi apresentam novas versões