in

QEMU 5.2 lançado para melhorar virtualização de código aberto do Linux

Veja as novidades do recurso de virtualização.

QEMU 6.0 terá suporte LTO, AMD SEV-ES Guests e Multi-Process Experiment

O QEMU 5.2  chegou recentemente, nesta semana,  como o lançamento de recurso mais recente para este emulador de processador de código aberto que desempenha um papel importante na pilha de virtualização do Linux. Assim, o novo QEMU 5.2 lançado para melhorar virtualização de código aberto do Linux. Ao todo, foram  há mais de 3.200 alterações. Como diz em seu anúncio oficial:

- Anúncios -

nesta versão, mudamos nosso sistema de compilação para usar o Meson internamente. A construção deve ser praticamente inalterada para a maioria dos usuários, mas consulte a seção Build Information do changelog para detalhes e para a lista de novas dependências de build que você precisa instalar agora .

QEMU 5.2 lançado para melhorar virtualização de código aberto do Linux

QEMU 5.2 lançado para melhorar virtualização de código aberto do Linux

  • Uma série de melhorias de suporte RISC-V, incluindo OpenSBI 0.8, suporte para migração de máquinas e uma série de outras melhorias de baixo nível;
  • Quando emparelhado com Linux 5.8 ou posterior, há um novo recurso de CPU KVM para melhorar o tratamento de falhas de página assíncronas;
  • QEMU 5.2 implementa todos os recursos obrigatórios da especificação NVMe 1.3;
  • Suporte para back-end do DTrace no macOS;
  • O sistema de construção do QEMU agora é parcialmente com base no Meson. No entanto, esta ainda não é uma transição completa.

Novas opções e recursos obsoletos

Consulte o capítulo “Recursos obsoletos” do Guia do usuário do QEMU System Emulation para obter a lista completa de recursos e opções historicamente obsoletos.

Em particular, observe que o suporte a convidado Unicore32 e lm32 foi preterido e será removido em uma versão futura. Eles agora são construídos apenas se explicitamente habilitados em –target-list.

Em relação ao ARM:

  • ARMv8.2 FEAT_FP16 (ponto flutuante de meia precisão) agora está implementado para emulação AArch32 (AArch64 já é compatível com isso)
  • Suporte ao AArch64 BTI no modo de emulação do usuário do Linux (já há para emulação do sistema)
  • O modelo SMMUv3 agora oferece suporte à invalidação de intervalo SMMUv3.2
  • A placa sbsa-ref agora tem um modelo de controlador incorporado para pedidos de desligamento e reinicialização do convidado
  • A placa sbsa-ref agora tem um dispositivo watchdog genérico compatível com SBSA
  • As placas Raspberry Pi agora emulam o dispositivo gerenciador de relógio CPRMAN
  • Remoção do suporte para KVM em CPUs host de 32 bits (obsoleto no 5.0). (Os convidados KVM de 32 bits em hosts de 64 bits permanecem suportados.)

A longa lista de alterações completas do QEMU 5.2 pode ser encontrada em QEMU.org.

Written by Claylson Martins

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão. Nas horas não muito vagas, professor, fotógrafo, apaixonado por rádio e natureza.

como-instalar-o-diet-clock-um-contador-de-calorias-no-ubuntu-linux-mint-fedora-debian

Como instalar o Diet Clock, um contador de calorias, no Ubuntu, Linux Mint, Fedora, Debian

como-instalar-o-plume-uma-plataforma-de-blog-multiusuario-no-ubuntu-linux-mint-fedora-debian

Como instalar o Plume, uma plataforma de blog multiusuário, no Ubuntu, Linux Mint, Fedora, Debian