in

Qt nega que novos lançamentos serão restritos a clientes pagantes

Isso faria parte de um esforço para aumentar suas finanças de curto prazo.

Qt nega que novos lançamentos serão restritos a clientes pagantes

Uma notícia preocupante pegou a todos de surpresa nesta semana: a de que a Qt Company deixaria os novos lançamentos restritos a clientes pagantes. Agora, saiu um breve mas contundente comunicado em que a empresa nega que vá privilegiar pagantes de 12 meses do programa.

A medida seria adotada para reforçar o caixa durante a pandemia de coronavírus. Toda a conversa começou após um desenvolvedor do KDE que integra o conselho da KDE Free Qt Foundation comentar que a The Qt Company está avaliando a restrição de novos lançamentos para clientes pagantes por 12 meses. Dizia-se que isso estava sendo considerado devido à COVID19 afetar suas finanças e precisar aumentar as receitas de curto prazo.

Qt nega que novos lançamentos serão restritos a clientes pagantes

Qt nega que novos lançamentos serão restritos a clientes pagantes

A Qt Company divulgou agora uma declaração incrivelmente breve sobre o assunto. Obviamente, muitos estão preocupados com o fato de a The Qt Company estar erguendo um muro em torno de novos lançamentos do Qt com esse possível atraso de um ano antes de sair como um código-fonte limpo. Isso ocorre meses após a The Qt Company já ter mudado para lançar o Qt LTS somente para o cliente, entre outras etapas para impulsionar seus negócios comerciais no início do ano.

Após todas as especulações e preocupações da declaração de Olaf Schmidt-Wischhöfer, do KDE, a The Qt Company divulgou esta breve declaração:

Houve discussões em vários fóruns na Internet sobre o futuro do código aberto Qt nos últimos dois dias. O conteúdo não reflete as opiniões ou planos da The Qt Company.

A Qt Company orgulha-se de estar comprometida com seus clientes, código aberto e o modelo de governança Qt.

Uma declaração bastante sem brilho, sem reafirmar seu compromisso com lançamentos oportunos de código-fonte aberto do Qt ou algo semelhante. Então, vamos ver onde isso vai dar e como tudo vai andar.

Importante destacar que por meio da KDE Free Qt Foundation sempre haverá uma versão de código aberto do Qt em jogo. Ter que manter um fork de código aberto seria um fardo para a equipe do KDE que já tem muito a oferecer. No entanto, alguns membros da comunidade de desenvolvimento do KDE já estão pedindo um fork em cooperação com outras partes interessadas do Qt e não fazendo concessões à The Qt Company em suas conversas sobre a Free Qt Foundation.

Mais detalhes nesta lista de discussão do KDE .

Escrito por Claylson Martins

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.

ReactOS atualiza o Build Environment para o mais recente GCC Compiler

ReactOS 0.4.13 lançado com correções para armazenamento USB

Espanha fecha site que vendia IPTV e CCCAM piratas

Taiwan derruba site de pirataria via torrent